VISUALIZAÇÕES

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional
ENTRE EM CONTATO E ESTAREMOS LHES APRESENTANDO NOSSA CONVENÇÃO

Faça sua compra aqui

domingo, 7 de setembro de 2014

TESTEMUNHO - A CURA DA EPILEPSIA 07/09/2014

TESTEMUNHO
A CURA DA EPILEPSIA
 
_ME CHAMO MARCELO FRANCINI, 37 ANOS E DESDE CRIANÇA SOFRI COM UMA INFERMIDADE, A QUAL É MUITO CONHECIDA A EPILEPSIA.
_JÁ TIVE INUMERAS CRISES, NA RUA, NO LOCAL DE TRABALHO, EM CASA VÁRIAS VEZES E ATÉ NA IGREJA.
_SEMPRE FAZENDO USO DE MEDICAMENTO CONTROLADO, E CASO FICASSE UM DIA SEM TOMAR O REMÉDIO, ERA CRISE NA CERTA.
_OU SEJA CONDENADO PELO HOMEM A TOMAR REMÉDIO PARA O RESTO DA VIDA.
_APROXIMADAMENTE AOS 28ANOS DE IDADE ACEITEI A JESUS E ME BATIZEI COM UMA PROFECIA VINDA DE DEUS, ATRAVÉS DE UMA SERVA SUA. DEUS DIZIA ASSIM;
NO MOMENTO QUE VOCÊ DESCER AS ÁGUAS SAIRÁ DE LÁ CURADO.
_NO ENTANTO SIRVO A DEUS FAZEM 9 ANOS E SÓ NO MÊS DE JUNHO DE 2013, TUDO VEIO ACONTECER.
_FUI CONVIDADO POR UM AMIGO QUE É OBREIRO, A PARTICIPAR DE UMA CAMPANHA NA IGREJA ONDE ELE CONGREGA E AI NO TERCEIRO DIA DA CAMPANHA, O PASTOR QUE ESTAVA MINISTRANDO ME CHAMOU A FRENTE APÓS A PREGAÇÃO DA PALAVRA E DISSE QUE SENTI-RA DE ORAR POR MIM.
_NO MOMENTO EM QUE ELE IMPÔS SUA MÃO SOBRE MIM E OROU, EU CAI E LOGO AO ME LEVANTAR, ELE APONTOU O DEDO PARA MIM E DISSE; DEUS TE CUROU HOJE DE UM PROBLEMA QUE VOCÊ TINHA NA CABEÇA.
_ELE NÃO ME CONHECIA E MUITO MENOS SABIA DO MEU PROBLEMA, NEM MESMO O MEU AMIGO QUE ME CONVIDOU.
_E PARA A HONRA E GLÓRIA DO NOME DE DEUS NA PESSOA DE JESUS CRISTO, JÁ FAZ POUCO MAIS DE UM ANO, QUE NUNCA MAIS TOMEI UM COMPRIMIDO SE QUER E NUNCA MAIS TOMAREI, E NUNCA MAIS TIVE NENHUMA CRISE E NUNCA MAIS TEREI EM NOME DE JESUS.
 
ENTÃO SE VOCÊ
QUE ESTÁ LENDO ESSE TESTEMUNHO
ACHA QUE SUA CITUAÇÃO ESTÁ DIFICIL OU
SE O HOMEM DISSE QUE NÃO TEM MAIS JEITO
 
ENTREGUE SUA VIDA, SEU SER NAS MÃOS DE DEUS
E ELE COM CERTEZA VIRÁ AO SEU ENCONTRO

BASTA PERSEVERAR E
ESPERAR O TEMPO DE DEUS NA SUA VIDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário sobre o conteúdo desta mensagem