VISUALIZAÇÕES

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional
ENTRE EM CONTATO E ESTAREMOS LHES APRESENTANDO NOSSA CONVENÇÃO

AGENDAS ABERTAS

AGENDAS ABERTAS
Criação e Produção de todo material necessário para você, sua empresa ou comércio.

FAZENDO A OBRA DE DEUS

FAZENDO A OBRA DE DEUS
PUERTO IGUAZÚ - ARGENTINA

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

ESTUDO SOBRE O TERMO USADO POR JOÃO BATISTA ´´RAÇA DE VIBORAS`` 26/02/2014

ESTUDO SOBRE O TERMO USADO POR JOÃO BATISTA ``RAÇA DE VIBORAS´´

Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca. Mateus 12:34

O QUE SÃO AS VÍBORAS?
_Viperidae ou víboras é uma família de répteis escamados da subordem Serpentes.

_As suas espécies têm, geralmente, cabeça triangular e fossetas loreais.

_O aparelho venenoso desta família é considerado o mais eficiente de todos os répteis.

_Produzem principalmente veneno hemotóxico, podendo, por vezes, ser neurotóxico.

_Os seus dentes, curvos, podem injetar veneno profundamente no corpo da presa.

_São sensíveis à radiação infravermelha, conseguindo detectar as presas devido ao fato de estas terem uma temperatura diferente do meio onde se encontram.
Em liberdade, têm hábitos noturnos.

COMO DIZER COISAS BOAS SENDO MAUS?
_A palavra de Deus diz; Por ventura pode uma fonte, jorrar água doce e amarga?

_Da mesma forma aqui João Batista diz; que para podermos dizer coisas boas, devemos ser bons.

_Pois como diz a palavra de Deus; Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.

CORPO DO ESTUDO
_As viboras tem suas bocas, cheias de veneno.
Então não se pode esperar dela nada mais do que veneno, e o veneno mata.

_Da mesma forma as pessoas, nos dias de hoje dizemos coisas muitas vezes no calor de uma briga, de uma discussão com esposo, esposa, filhos e etc.

_E na maioria das vezes por uma discussão ser gerada por contenda, e isso não pertencer a Deus.


_E sim ao inimigo pois é ele quem veio para Matar, Roubar e Destruir.

_Então nesse momento damos legalidade para que ele entre e faça o seu querer e com isso, sai das nossas bocas palavras torpes, palavras que machucam, palavras que podem até chegar a matar.

_Como poderia uma palavra chegar a matar, talvez você esteja se perguntando?

_Pois bem, uma palavra mau dita pode sim matar. Espiritualmente, pois por uma palavra errada, podemos matar os Sonhos de alguém, podemos matar a Fé de alguém.

CRISTO É O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA
Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6


_Se a víbora pode matar.

_Por outro lado Cristo é firme em dizer que ele é o caminho, a verdade e a vida.

_Ou seja, só existe um único caminho que é Jesus Cristo e não placas de igrejas como muitos pregam, pois Cristo vive em nós, como Paulo diz; não mais vivo eu, mas Cristo vive em mim.

_E a palavra de Deus também diz que somos Templo e Morada do Espirito Santo.

CONCLUSÃO
_Com tudo oque vimos chegamos a conclusão que devemos vigiar as nossas palavras.

_Devemos abençoar e não amaldiçoar, mau dizer.

_Sejamos Vigilantes e Perseverantes em Oração, para que Deus nos ensine a cada dia a nos controlarmos e refrearmos nossa boca, sempre que for necessário.


VIGIEMOS NOSSAS PALAVRAS
E PROCLAMEMOS VIDA E NÃO MORTE, BENÇÃOS E NÃO MALDIÇÃO 

2 comentários:

  1. Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns,
    também agradeço por partilhar o seu saber, se achar que merece a pena visitar o Peregrino E Servo, também se achar que mereço e se o desejar faça parte dos meus amigos virtuais faça-o de maneira a que possa encontrar o seu blog,irei seguir também o seu blog.
    Deixo os meus cumprimentos, e muita paz.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir
  2. Agradeço suas palavras meu Irmão e o intuito deste Blog é justamente este.
    Trazer edificação para a vida das pessoas, seja Espiritual através dos testemunhos que fortalecem a fé das pessoas ou Intelectual através dos Estudos e Menssagens dadas por Deus.

    ResponderExcluir

Faça aqui seu comentário sobre o conteúdo desta mensagem