VISUALIZAÇÕES

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional
ENTRE EM CONTATO E ESTAREMOS LHES APRESENTANDO NOSSA CONVENÇÃO

AGENDAS ABERTAS

AGENDAS ABERTAS
Criação e Produção de todo material necessário para você, sua empresa ou comércio.

FAZENDO A OBRA DE DEUS

FAZENDO A OBRA DE DEUS
PUERTO IGUAZÚ - ARGENTINA

sábado, 30 de junho de 2012

CONTINUAÇÃO DO ESTUDO SOBRE JEJUM 30/06/2012

Como fazer um jejum agradável ao Nosso Senhor?
O Verdadeiro Jejum Bíblico

_O jejum é uma abstinência voluntária de alimentos por um período definido e propósito específico.

_Ele pode ser total ou parcial. 

_Vem sendo praticado pela humanidade em todas as épocas, nações, culturas e religiões.

_Pode ser com finalidade espiritual ou até mesmo medicinal, visto que o jejum traz tremendos benefícios físicos com a desintoxicação que produz no corpo.

_Com o assustador advento da nova era, a filosofia oriental e suas religiões tem sido amplamente divulgadas em nossa cultura, muitas dessas religiões pagãs trazem consigo uma prática assídua do jejum e da alimentação vegetariana, o que tem levantado em nosso meio um certo preconceito a esses assuntos.

_Graças a Deus a igreja de nossos dias está redescobrindo o que a Bíblia diz acerca do jejum.

_Ensinos distorcidos ou simplesmente nenhum estímulo ao jejum também são freqüentes ainda em nossos dias.

_Creio que a Igreja de hoje vive dividida entre dois extremos: aqueles que não dão valor algum ao jejum e aqueles que se excedem em suas ênfases, confundindo-se ao antigo gnosticismo cristão.

_Penso que Deus queira despertar-nos para a compreensão e prática deste princípio que, sem dúvida, é uma arma poderosa para o cristão.

_Não há regras fixas na Bíblia sobre quando jejuar ou qual tipo de jejum praticar, isto é algo pessoal.

_O princípio básico para essa prática é: "Abster-se voluntariamente de alguma coisa importante a fim de dedicar maior tempo a Deus".

_Tendo em mente esse princípio afirmo ser possível praticarmos em nossos dias jejum de televisão, festas, excesso de trabalho, ou qualquer outro elemento em nossas vidas.

Na Antiga Aliança o Jejum era Obrigatório?

E Hoje?

_No Antigo Testamento, na lei de Moisés, os judeus tinham um único dia por ano de jejum instituído: o do Dia da Expiação (Lv.16:29,31 e 23:27), que também ficou conhecido como "o dia do jejum" (Jr.36:6) e ao qual Paulo se referiu como "o jejum" (At.27:9). Depois no período do exílio foram estabelecidos para cada ano, quatro dias de jejum nacional: 1) Pela queda de Jerusalém (Jr 52:6); 2) Pela destruição do templo (2 Rs 25:8,9 e Jr 52:12); 3) Pelo assassinato de Gedalias (2 Rs25:25; Jr 41:1,2); 4) princípio do cerco (2 Rs 25:1; Jr 52:4 e Zc 8:19,20).

Ainda na Antiga Aliança encontramos o jejum relacionado ao:

_Luto pelos mortos (1 SM 31:13 e 2 Sm 1:12)

_Infortúnio e profunda tristeza  (Jz 20:25; 1 Sm 1:7; 20:34; Ne 1:4; Sl 35:13; 109:24 e Jl 1:14; 2:12,15)

_Com expressão de dor e arrependimento pelos pecados (Dt 9:18; 1 Sm 7:6; 1 Rs 21:27; Ed 10:6; Ne 9:1; Sl 69:10; Jn 3:5)

_Mas no Novo Testamento percebemos que a prática do jejum continua, sem haver ênfase na prática do mesmo como forma de obedecer a lei, mas sim a ênfase esta na disciplina individual de quem o pratica.

_Apesar de não haver um imperativo acerca desta prática, a Bíblia esta cheia de menções ao jejum.

_Fala não apenas de pessoas que jejuaram e da forma como o fizeram, mas infere que nós também jejuaríamos e nos instrui na forma correta de faze-lo.

_Muitos educadores falharam de maneira grave ao dizer que, por não haver nenhuma ordem específica para o jejum, então não deveríamos jejuar.

_Mas quando consideramos o ensino de Jesus sobre o jejum, não há como negar que o Mestre esperava que jejuássemos: "Quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram o rosto com o fim de parecer aos homens que jejuam. Em verdade vos digo que eles já receberam a sua recompensa. Tu, porém, quando jejuardes, unge a cabeça e lava o rosto, com o fim de não parecer aos homens que jejuas, e sim ao teu Pai, em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará." Mateus 6:16-18.

_Embora Jesus não esteja mandando jejuar, suas palavras revelam que ele esperava de nós esta prática.

_Ele nos instruiu até na motivação correta que se deve ter ao jejuar. 

_E quando disse que o Pai recompensaria a atitude correta do jejum, nos mostrou que tal prática produz resultados!

_Algumas pessoas dizem que se as epístolas não dizem nada sobre jejuar é porque não é importante, e desprezam o ensino de Jesus sobre o jejum.

_Isto é errado!

_Jesus não veio ensinar os judeus a viverem bem a Velha Aliança, Ele veio instituir a Nova Aliança, e todos os seus ensinos apontavam para as práticas dos cidadãos do reino de Deus.

_Quando estava para ser assunto ao céu, deu ordem aos seus apóstolos que ensinassem as pessoas a guardar TUDO o que Ele tinha ordenado (Mt.28:20), inclusive o modo correto de jejuar!

_O próprio Jesus praticou o jejum, os líderes da Igreja também o faziam. (Atos 13:1-3; 14:23 e 27:9).

_Registros históricos dos pais da igreja também revelam que o jejum continuou sendo observado como prática dos cristãos durante muito tempo depois dos apóstolos.

_O jejum, portanto, deve ser parte de nossas vidas e praticado de forma equilibrada, dentro do ensino bíblico.

_Embora o próprio Senhor Jesus tenha jejuado por quarenta dias e quarenta noites no deserto, e muitas vezes ficava sem comer (quer por falta de tempo ministrando ao povo - Mc.6:31, quer por passar as noites só orando sem comer - Mc.6:46), devemos reconhecer que Ele e seus discípulos não observavam o jejum dos judeus de seus dias.

_Era costume dos fariseus jejuar dois dias por semana (Lc.18:12), mas Jesus e seus discípulos não o faziam.

_Aliás, chegaram a questionar Jesus acerca disto: "Disseram-lhe eles: Os discípulos de João e bem assim os fariseus freqüentemente jejuam e fazem orações; os teus, entretanto, comem e bebem. Jesus, porém, lhes disse: Podeis fazer jejuar os convidados para o casamento, enquanto está com eles o noivo? Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo; naqueles dias, sim, jejuarão." Lucas 5:33-35.

_O Mestre mostrou não ser contra o jejum, e disse que depois que Ele fosse "tirado" do convívio direto com os discípulos (voltando ao céu) eles haveriam de jejuar.

_Jesus não se referiu ao jejum somente para os dias entre sua morte, ressurreição e reaparição aos discípulos (ao mencionar os dias que eles estariam sem o noivo), e sim aos dias a partir de sua morte.

_Contudo, Jesus deixou bem claro que a prática do jejum nos moldes do que havia em seus dias não era o que Deus esperava.

_A motivação estava errada, as pessoas jejuavam para provar sua religiosidade e espiritualidade, e Jesus ensinou a faze-lo em secreto, sem alarde.

_O jejum pode ser uma prática vazia se não for feito da maneira correta.

_Isto aconteceu no Antigo Testamento, quando o povo começou a indagar: "Por que jejuamos nós, e não atentas para isto? Por que afligimos a nossa alma, e tu não o levas em conta?" Isaías 58:3a.

_E a resposta de Deus foi exatamente a de que estavam jejuando de maneira errada: "Eis que, no dia em que jejuais, cuidais dos vossos próprios interesses e exigis que se faça todo o vosso trabalho. Eis que jejuais para contendas e para rixas e para ferirdes com punho iníquo; jejuando assim como hoje, não se fará ouvir a vossa voz no alto." Isaías 58:3b,4.

_Por outro lado, o versículo está inferindo que se observado de forma correta, Deus atentaria para isto e a voz deles seria ouvida.

_Tiago 1:27 "A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo."

A motivação do seu coração é a chave para um jejum eficiente.

_Muitos confundem a disciplina de jejuar para reservar mais tempo ao Senhor com o ensino errôneo de auto-flagelação.
_O ensino de algumas religiões chega a ser pecaminoso, nenhuma forma de auto-justiça, auto-piedade, auto-sacrifício será aceita por Deus.
_Deus não é um Deus sanguinário que aguarda pelo sofrimento e flagelação de seu povo para em troca abençoa-lo.
_Não tente cambiar, barganhar, fazer negócio com Deus para em troca obter respostas as suas orações.
_Salmos 51:16 "Pois não te comprazes em sacrifícios; do contrário, eu tos daria; e não te agradas de holocaustos. Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus."
_Isaías 58:5-6 "Seria este o jejum que escolhi, que o homem um dia aflija a sua alma, incline a sua cabeça como o junco e estenda debaixo de si pano de saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aceitável ao SENHOR? Porventura, não é este o jejum que escolhi: que soltes as ligaduras da impiedade, desfaças as ataduras da servidão, deixes livres os oprimidos e despedaces todo jugo?"
_É uma ilusão pensar que qualquer sacrifício pessoal de nossa parte possa comover o coração de Deus, o único sacrifício que Ele reconhece foi aquele oferecido por Jesus na cruz do Calvário! Jejuar e orar acreditando que com esse "sacrifício" você vai conseguir persuadir a Deus a satisfazer seus desejos narcisistas e hedonistas é pecado! Ainda que inconscientemente é um meio de tentar competir com aquilo que Jesus já realizou na cruz do Calvário.
_Precisamos e devemos jejuar para exercitarmos nossa vida de oração.
_Os pais da igreja primitiva reuniam-se semanalmente para consagrar suas vidas e buscarem a Deus, esses encontros eram marcados por jejum e oração.
_Sempre que me dedico a longos períodos de jejum e oração, fico muito mais sensível a voz do Espírito Santo.
_Tenho maior discernimento espiritual das circunstâncias que estão ao meu redor.
_Sempre que meu organismo reclama por alimento, lembro-me que preciso orar mais um pouco.
_Porém assim que observo estar passando mau, ou que meu rosto já está tão desfalecido que todos percebem, oro a Deus entregando aquele período de jejum e procuro alimentar-me.
_Quando entramos em longos períodos de jejum e oração, precisamos preparar nosso organismo para o mesmo, e mesmo depois ao terminarmos períodos com mais de 7 ou 10 dias de jejum ininterrupto, precisamos absorver alimentos leves.
_Para quem nunca jejuou e orou, parece impossível passar 10 dias seguidos em jejum total de alimentos, apenas bebendo líquidos. 
_Porém quero lhe dizer que a  maior dificuldade será o apenas os três primeiros dias, depois deles a dor de cabeça vai embora, a dificuldade para pegar no sono desaparece e seu organismo começa a absorver energia de suas reservas.
_Porém se você não esta acostumado a passar longos períodos em jejum, não fique frustrado.
_Você pode jejuar três dias seguidos e todas as noites fazer um lanche leve ou ainda fazer jejum de apenas 24 horas.
_Lembre-se que o Espírito Santo nos ajuda em nossas fraquezas.
Não recomendo a ninguém praticar o jejum absoluto, aquele em que até o líquido foi eliminado.
_Existem evidências de que Moisés quando recebeu as tábuas da lei praticou esse tipo de jejum, (Êx 34:28 e Dt 9:9) e Elias (1 Rs 19:8). 
_Acredito que ele só possa ser praticado por um meio sobrenatural.
_O próprio Senhor Jesus ao jejuar no deserto, depois de 40 dias e 40 noites teve "fome" e que foi tentado a "comer" e não a beber.
_O texto não fala que Ele teve sede, o que nos leva a crer que Ele tenha feito abstinência apenas de alimentos e não líquidos (Mt 4:1-3, 11).
_Outro aspecto interessante é que Ele foi levado, impelido, conduzido pelo Espírito Santo a esse longo período de jejum e que "não teve fome" durante os dias de consagração.
_Podemos perfeitamente jejuar e orar enquanto seguimos nossa rotina semanal, de estudos, trabalhos e demais compromissos.
_Veja o que diz 1 Reis 19:8 "Levantou-se, pois, comeu e bebeu; e, com a força daquela comida, caminhou quarenta dias e quarenta noites até Horebe, o monte de Deus".
_Quem quer encontrará um meio, quem não quer encontrará uma bela desculpa.

"O jejum não muda a Deus. Ele é o mesmo antes, durante e depois de seu jejum. Mas, jejuar mudará você. Vai lhe ajudar a manter-se mais suscetível ao Espírito de Deus".

Vejamos alguns exemplos bíblicos de jejum:

Consagração - O voto do nazireado envolvia a abstinência/jejum de determinados tipos de alimentos (Nm.6:3,4);

Arrependimento de pecados - Samuel e o povo jejuando em Mispa, como sinal de arrependimento de seus pecados (I Sm.7:6, Ne.9:11);

Luto - Davi jejua em expressão de dor pela morte de Saul e Jônatas, e depois pela morte de Abner. (II Sm.1:12 e 3:35);

Aflições - Davi jejua em favor da criança que nascera de Bate-Seba, que estava doente, à morte (II Sm.12:16-23); Josafá apregoou um jejum em todo Judá quando estava sob o risco de ser vencido pelos moabitas e amonitas (II Cr.20:3);

Buscando Proteção - Esdras proclamou jejum junto ao rio Ava, pedindo a proteção e benção de Deus sobre sua viagem (Ed.8:21-23); Ester pede que seu povo jejue por ela, para proteção no seu encontro com o rei (Et.4:16);

Em situações de enfermidade - Davi jejuava e orava por outros que estavam enfermos (Sl.35:13);

Intercessão - Daniel orando por Jerusalém e seu povo - 21 dias (Dn.9:3, 10:2,3);

Preparação para a Batalha Espiritual - Jesus mencionou que determinadas castas só sairão por meio de oração e jejum, que trazem um maior revestimento de autoridade (Mt.17:21);

Estar com o Senhor - Ana não saía do templo, orando e jejuando freqüentemente (Lc.2:37);

Preparar-se para o Ministério - Jesus só começou seu ministério depois de ter sido cheio do Espírito Santo e se preparado em jejum (prolongado) no deserto (Lc.4:1,2);

Ministrar ao Senhor - Os líderes da igreja em Antioquia jejuando apenas para adorar ao Senhor (At.13:2);

Enviar ministérios - Na hora de impor as mãos e enviar ministérios comissionados (At.13:3);

Estabelecer presbíteros - Além de impor as mãos com jejum sobre os enviados, o faziam também sobre os que recebiam autoridade de governo na igreja local, o que revela que o jejum era um princípio praticado nas ordenações de ministros (At.14:23).
Nas Epístolas só encontramos menções de Paulo de ter jejuado (II Co.6:3-5; 11:23-27).

Diferentes Formas de Jejum

JEJUM PARCIAL - Normalmente o jejum parcial é praticado em períodos maiores ou quando a pessoa não tem condições de se abster totalmente do alimento (por causa do trabalho, por exemplo).
_Lemos sobre esta forma de jejum no livro de Daniel:
"Naqueles dias, eu, Daniel, pranteei durante três semanas. Manjar desejável não comi, nem carne, nem vinho entraram em minha boca, nem me ungi com óleo algum, até que se passaram as três semanas." Daniel 10:2,3.
_O profeta Daniel diz exatamente o quê ficou sem ingerir: carne, vinho e manjar desejável. 
_Provavelmente se restringiu à uma dieta de frutas e legumes, não sabemos ao certo.
_O fato é que se absteve de alimentos, porém não totalmente.
_E embora tenha escolhido o que aparentemente seja a forma menos rigorosa de jejuar, dedicou-se à ela por três semanas.
_Em outras situações Daniel parece ter feito um jejum normal (Dn.9:3), o que mostra que praticava mais de uma forma de jejum.
_Ao fim deste período, um anjo do Senhor veio a ele e lhe trouxe uma revelação tremenda.

JEJUM NORMAL - É a abstinência de alimentos mas com ingestão de água.
_Foi a forma que nosso Senhor adotou ao jejuar no deserto.

"Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto, durante quarenta dias, sendo tentado pelo Diabo. Nada comeu naqueles dias, ao fim dos quais teve fome." Mateus 4:2.

JEJUM TOTAL - É abstinência de tudo, inclusive de água.
_Na Bíblia encontramos poucas menções de ter alguém jejuado sem água, e isto dentro de um limite: no máximo três dias.
_A água não é alimento, e nosso corpo depende dela a fim de que os rins funcionem normalmente e que as toxinas não se acumulem no organismo.
_Há dois exemplos bíblicos deste tipo de jejum, um no Velho outro no Novo Testamento:
_Ester, num momento de crise em que os judeus (como povo) estavam condenados à morte por um decreto do rei, pede a seu tio Mardoqueu que jejuem por ela:

"Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos. Depois, irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci." (Ester 4:16).

_Paulo, na sua conversão também usou esta forma de jejum, devido ao impacto da revelação que recebera:

"Esteve três dias sem ver, durante os quais nada comeu, nem bebeu" (Atos 9:9).

_Não há qualquer outra menção de um jejum total maior do que estes (a não ser o de Moisés e Elias numa condição sobrenatural).  Veja Dt 9:9, Ex 34:28 e 1 Rs 19:8.
_A medicina adverte contra um período de mais de três dias sem água, como sendo nocivo.
_Devemos cuidar do corpo ao jejuar e não agredi-lo; lembre-se de que estará lutando contra sua carne (natureza e impulsos) e não contra o seu corpo.

A Duração do Jejum:

1 dia - O jejum do Dia da Expiação
3 dias - O jejum de Ester (Et.4:16) e o de Paulo (At.9:9);
7 dias - Jejum por luto pela morte de Saul (I Sm.31:13);
14 dias - Jejum involuntário de Paulo e os que com ele estavam no navio (At.27:33)
21 dias - O jejum de Daniel em favor de Jerusalém (Dn.10:3);
40 dias - O jejum do Senhor Jesus no deserto (Lc.4:1,2);
Bíblia fala de Moisés (Ex.34:28) e Elias (I Re.19:8) jejuando períodos de quarenta dias. Porém vale ressaltar que estavam em condições especiais, sob o sobrenatural de Deus.
_Moisés nem sequer bebeu água nestes 40 dias, o que humanamente é impossível.
_Mas ele foi envolvido pela glória divina.
_O mesmo se deu com Elias, que caminhou 40 dias na força do alimento que o anjo lhe trouxe.
_Isto é um jejum diferente que começou com um belo "depósito", uma comida celestial.
_Jesus, porém, fez um jejum normal com esta duração.
_Muitas pessoas erram ao fazer votos ligados à duração do jejum... 
_Não aconselho ninguém fazer um voto de quanto tempo vai jejuar, pois isso te deixará "preso" no caso de algo fugir ao seu controle.

Siga o conselho bíblico:
"Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos. Cumpre o voto que fazes. Melhor é que não votes do que votes e não cumpras". Eclesiastes 5:4-5.

_É importante que haja uma intenção e um alvo quanto à duração do jejum no coração, mas não transforme isto em voto.
_Já intentei jejuns prolongados e no meio do caminho fui forçado a interromper.
_Mas também já comecei jejuns sem a intenção de prolongá-lo e, no entanto, isto acabou acontecendo mesmo sem ter feito os planos para isto.

O Jejum Prolongado:

_Há algo especial num jejum prolongado, mas deve ser feito sob a direção de Deus.
_Conheço irmãos que tem jejuado por trinta e até quarenta dias, embora eu, pessoalmente, não tenha feito um jejum tão longo.
_Cada um deles confirma ter recebido de Deus uma direção para tal.
_Vale ressaltar também que certos cuidados devem ser tomados.
_Não podemos brincar com o nosso corpo.
_Uma dieta para desintoxicação do organismo antes do jejum é recomendada, e também na quebra do jejum prolongado (mais de 3 dias).
_Podemos Falar que Estamos Jejuando?
_Algumas pessoas são extremistas quanto a discrição do jejum, enquanto outras, à semelhança dos fariseus, tocam trombeta diante de si.
_Em Mateus 6:16-18, Jesus condena o exibicionismo dos fariseus querendo parecer contristados aos homens para atestar sua espiritualidade.
_Ele não proibiu de se comentar sobre o jejum, senão a própria Bíblia estaria violando isto ao contar o jejum que Jesus fez... Como souberam que Cristo (que estava sozinho no deserto) fez um jejum de quarenta dias? Certamente porque Ele contou! Não saiu alardeando perante todo mundo, mas discretamente repartiu sua experiência com os seus discípulos.
_Eu, particularmente, comecei a jejuar estimulado pelo relato das experiências de outros irmãos.
_Depois é que comecei (aos poucos) a entender o ensino bíblico sobre o jejum.
_E louvo a Deus pelas pessoas que me estimularam!
_Sabe, precisamos tomar cuidado com determinadas pessoas que não tem o que acrescentar à nossa edificação e somente atacam e criticam.
_Lembro-me que o primeiro jejum que fiz na minha adolescência, teve a duração de 24 horas, cortei só o alimento e tomei muito líquido ao longo do dia.
_Desafio: Haverá períodos em que o Espírito Santo vai nos atrair mais para o jejum, e épocas em que quase não sentiremos a necessidade de faze-lo.
_Já passei longos períodos sem receber nenhum impulso especial para jejuns de mais de três dias e, mesmos estes, foram poucos.
_E houve épocas em que, seguidamente sentia a necessidade de faze-lo.
_Porém, penso que o jejum normal de um dia de duração é algo que os cristãos deveriam praticar mais, mesmo sem sentir nenhuma "urgência" espiritual para isto.
_Devemos ser sensíveis e seguir os impulsos do Espírito de Deus nesta área.
_Isto vale não só para começar a jejuar mas até para quebrar o jejum. 
_Já fiz jejuns que queria prolongar mais e senti que não deveria faze-lo, pois a motivação já não era mais a mesma... ou estava tão atarefado que o jejum espiritual havia se transformado em uma "greve de fome", pois eu não estava orando.
_Encerro desafiando-o a praticar mais o jejum, e certamente você descobrirá que o poder desta arma que o Senhor nos deu é difícil de se medir com palavras.
_A experiência fortalecerá aquilo que temos dito.
_Que o Senhor seja contigo e te guie nesta prática.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Como fazer um jejum bem aceito ao Nosso Senhor? 29/06/2012

_A pedido de alguns amados irmãos venho colocar para todos o seguinte questionamento que me foi feito.

 

Boa tarde! Srº Marcelo a PAZ DO SENHOR 

 Como fazer um jejum bem aceito ao Nosso Senhor? 

Executai juízo verdadeiro, mostrai bondade e compaixão cada um para com o seu irmão. (Zac. 7-9)

_Recentemente, tendo eu firmado uma  consagração de jejum, logo no ínicio, senti-me fortemente impelida pelo Esp.
_Santo, a buscar dentro de mim os reais motivos que me tornaram decidida jejuar naquele dia, pois por algum momento pensei que caso aquele propósito não fosse sincero, espiritual e agradável ao Senhor, eu seria no mínimo hipócrita, e apenas estaria enganando a mim mesma.
_Não era o que eu queria… determinei  então, não somente passar fome sucumbindo as necessidades do físico, mas entrar no Santo dos Santos pelo novo e vivo caminho.

“Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa, Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. ” (Hebreus 10:19 ao 23)

_Por isso, plantei os joelhos no chão e fui escavar todos os meios através da palavra de Deus, para entender qual é o verdadeiro jejum que agrada nosso amoroso Pai, aprendi muito… aí está tudo que encontrei para compartilhar com os irmãos.
_Que o Senhor abençoe ricamente cada um!
_Livro do profeta Isaías 58.1-12: Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão e à casa de Jacó, os seus pecados.
_Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso?
_Por que afligimos a nossa alma, e tu o não sabes?
_Eis que, no dia em que jejuais, achais o vosso próprio contentamento e requereis todo o vosso trabalho.
_Eis que, para contendas e debates, jejuais e para dardes punhadas impiamente; não jejueis como hoje, para fazer ouvir a vossa voz no alto.
_Porventura, não é este o jejum que escolhi: que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo, e que deixes livre os quebrantados, e que despedaces todo o jugo?
_Porventura, não é também que repartas o teu pão com o faminto e recolhas em casa os pobres desterrados?
_E, vendo o nu, o cubras e não te escondas daquele que é da tua carne?
_Então, romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante da tua face, e a glória do Senhor será a tua retaguarda. Então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui; acontecerá isso se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo e o falar vaidade; e, se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.
_E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares secos, e fortificará teus ossos; e serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas nunca faltam.
_Num curioso trecho bíblico, Jesus e seus discípulos passavam num sábado próximo a sinagoga, comendo e os doutores da lei olharam pra ele e disseram, não vês tu, que teus discípulos fazem o que não é lícito? (Pobres homens quando pensaram que poderiam ultrajar nosso Salvador!)
_Ele majestosamente respondeu: “Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício…” (Mateus 12:7) 
_Ou seja, aquele povo sabia, jejuar, sabia guardar o sábado e cumprir “todas” as leis, mas não sabiam o significado de misericórdia!
_Em Oséias 6:6  está escrito: “Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos.”
_O povo daquela época era rigoroso quanto o cumprimento das leis, mas não tinham o menor conhecimento da vontade de Deus.
_Quanta ironia, não é mesmo? e quanto a nós? será que nos encaixamos neste contexto?
_Jeremias 14:11 e 12 “Disse-me mais o SENHOR: Não rogues por este povo para seu bem. Quando jejuarem, não ouvirei o seu clamor, e quando oferecerem holocaustos e ofertas de alimentos, não me agradarei deles; antes eu os consumirei pela espada, e pela fome e pela peste.”
_Isaías 29:13 “Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído.”
_Oséias 11:07 “Porque o meu povo é inclinado a desviar-se de mim; ainda que chamam ao Altíssimo, nenhum deles o exalta.”
_Dale espada! Oh glória! Interessante também no Êxodo, depois de tantas vezes terem sidos visitados por Deus em milagres e livramentos, o povo insistia em praguejar e levantar contendas, ainda que dos rituais da lei mosaica não abriam mão!
_Foi quando Arão pelo Espírito sentindo a indignação de Deus, exclamou: “Não se ascenda a ira do meu Senhor, tu sabes que este povo é inclinado para o mal” Êxodo 32:22
_Jeremias 29:11 “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.”
_2Crônicas 7:14 e 15 ” E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar.”
_Perceba que o Senhor sempre estará disposto ajudar seu povo em qualquer que seja a situação, mas é inconcebível aos olhos de Deus, a falsidade, a hipocresia e a religiosidade.
_Por isso importa que sejamos verdadeiros quer seja em consagração, quer seja em oração, porque diante Dele, nossa alma estará eternamente nua!
_Esteja Nele, em Cristo Jesus!

Algumas práticas do Jejum:
Tópicos retirados do livro de Arthur Wallis: “O JEJUM ESCOLHIDO POR DEUS”.

PARA SANTIFICAÇÃO INDIVIDUAL – Salmo 35.13; 69.10
Por trás dos pecados que nos dominam, dos fracassos pessoais, por trás dos muitos males que afetam a igreja e obstruem os canais da bênção de Deus, os choques de personalidade, temperamentos, por trás de tudo isto se encontra o orgulho do coração do homem. O jejum é um corretivo divino que prepara a terra, quebra o orgulho, disciplina o corpo e humilha a alma.

PARA QUE DEUS NOS OUÇA – Esdras 8.21-23; Neemias 9.1-3
O jejum dá asas à oração; dá poder nas petições (Jeremias 29.13,14; Joel 2.12). A oração é guerra contra as forças opositoras. O homem que ora com jejum testifica aos céus que quer aquilo que busca.

PARA FAZER COM QUE DEUS MUDE A DIREÇÃO DAS COISAS – Jonas 3.4,10; 1 Reis 21.27
Aqui uma cidade prevaleceu com Deus pelo jejum e oração. Deus enviou Jonas a Nínive para estender sua misericórdia aos ninivitas.

PARA DERROTAR O OPOSITOR– Isaías 49.24-25; Mat. 12.29; Lucas 11.21-23
Há casos de necessidade ao nosso redor. O Senhor quer que tenhamos a autoridade de enfrentar as forças malígnas ao nosso redor. “Em meu nome expelirão demônios” (Mateus 17.21; Marcos 16.7).

PARA RECEBER REVELAÇÃO – Daniel 9.2,3,21,22
Daniel treinou-se desde cedo em sua alimentação (Daniel 1.8,11-16; 9.2,3). O Novo Testamento relata casos de jejum: Pedro (Atos 10.10); Paulo (Atos 27.21-24; 2 Coríntios 11.27). Paulo jejuava com freqüência e o capítulo seguinte fala de suas revelações.
Nada nas Escrituras indica que devemos buscar sonhos e revelações; quando buscamos a Deus, podemos encontrá-las. Necessitamos constantemente da revelação de Deus para nossas vidas.


PARA SUBJUGAR O CORPO – 1 Coríntios 9.27; Êxodo 16.3
Deus nos deu o corpo e certos instintos básicos que incluem os apetites do corpo, mas requer que tenhamos o físico submisso ao espiritual.
O cristão tem que saber distinguir a linha entre satisfazer os desejos normais do corpo e as demandas do espírito.
Paulo insistia em disciplinar o corpo para não “satisfazer os desejos da carne” (Romanos 13.14). “Revestir-se do Senhor Jesus”.


O JEJUM E O CORPO – 1 Coríntios 6.13,19,20
Um corpo normal, saudável e bem alimentado pode resistir por várias semanas sem ser prejudicado. O corpo vive de excesso de gorduras e somente depois de muito tempo é que começa a consumir as células vivas, entrando em estado de inanição.
O jejum ajuda o corpo a purificar-se.


PARA SAÚDE E CURA – Isaías 58.8; 3 João 2
A promessa de cura está incluída no jejum escolhido por Deus.
Deve-se ter certeza da vontade de Deus ao se fazer um jejum prolongado.
O jejum é para Deus somente, que nos vê em secreto.

A motivação dele nunca será para nossas ambições pessoais mas para a glória do Senhor
Que o Senhor nos abençoe quando jejuarmos!

A CONTINUAÇÃO DESTE ESTUDO FOI POSTADA  COMO CONTINUAÇÃO DO ESTUDO SOBRE JEJUM.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

O Justo nunca mendigará o Pão 28/06/2012

PALAVRA DE DEUS
PARA SEU CORAÇÃO

Introdução
_Nesse momento Deus vem nos falar sobre uma de suas promessas feita a todos aqueles que lhe servem.
_Jesus deixa bem claro na sua palavra que ele nos ama e cuida de nós.

Texto
Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. (Salmos 37:25)

Corpo
_Deus nos fala através do Salmista Davi, que foi moço e agora e velho.
_Com isso ele quer nos mostrar o tempo que se passou, e que Davi teve o prazer de viver esse tempo na presença de Deus, e vivênciar as maravilhas da parte de Deus.
_Então vamos analisar nossas vidas e vamos ver até o momento atual, oque temos feito e vivênciado da parte de Deus, em nossas vidas.
_Caso você chegue a conclusão de que não fez nada e não vivênciou nada da parte de Deus.
_Então te digo nesse momento, agora é o momento para se achegar a Deus e entregar sua vida para que ele te erga assim como fez com Davi.
_Pegou um pequeno menino e o fez um grande Rei.
_Como ele diz na continuação do texto bíblico, nunca viu desamparado o justo.
_Seja qual for sua necessidade, se estiver ligado verdadeiramente a Deus, assim como Davi o qual ele tomou de uma familia grande porém simples e de poucas condições.
_Tirou-o do meio da sua parentela, fez dele um grande Rei. Ou seja ele tomou-o para ser Rei por ter visto nele um coração puro e justo.
_E conforme sua promessa não deixou que lhe faltasse nada e nem a sua familia.
_Assim diz Deus para ti, da mesma forma, se andares perante os meus caminhos, nada te faltará. Nem a ti e nem a tua parentela.

Conclusão
_Para concluir te deixo um convite da parte de Deus.
_Deus te diz assim; tenho um encontro marcado contigo para mudar sua vida, e de toda sua parentela.
_Venha o mais rápido possivel até a Igreja mais próxima de sua casa.
_Onde ali falarei face a face contigo.
_Para teres certeza que sou o seu Deus o mesmo Deus de Davi.
_Falarei contigo coisas que tem guardado no seu intimo e até hoje não revelaste a ninguém.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

EIS QUE VENHO COMO LADRÃO 26/06/2012

PALAVRA DE DEUS
PARA SEU CORAÇÃO

Introdução
_Esta palavra que Deus nos manda nesse dia vem em forma de aviso a todos os membros, obreiros e pastores das igrejas e a você que ainda não aceitou Jesus Como Seu Único e Sulficiente Salvador.

Texto 
Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.
(Apocalipse 16:15)

Corpo
_Meus amados prestemos atenção ao que Deus vem nos falar através desta palavra.
_A principio ele nos diz que ele vem como ladrão.
_Nesta parte do texto achamos dois pontos, um onde Jesus fala que ele vem, ele não diz que veio ou virá e sim que ele vem, ou seja sua vinda é certa e bem próxima.
_E vem como Ladrão, o ladrão age no silêncio, as escondidas, sem causar tumutos e nem fazer alarde.
_Em seguida ele nos lembra deque são bem-aventurados os que vigiam, pois quando nós colocamos alarmes em nossas casas, ou guardas de plantão em nossas empresas, o ladrão tem mais obstáculos para vir e muitas vezes nem tenta.
_No caso de Jesus ele se refere ao ladrão dizendo que sua vinda é certa, porém não tem dia nem hora certos, então devemos cuidar para que não sejamos pegos de surpresa, assim como quando somos surpreendidos por um ladrão.
_Não no sentido material mas sim espiritual, estando com nossas vidas em retidão com a palavra de Deus.
_Pois não podemos ser pegos nus e com nossas vergonhas a mostra.
_Mas sim estarmos vestidos da armadura celestial e sem ter doque nos envergonhar e nem mesmo com oque venham querer nos envergonhar perante Deus e os homens.


Conclusão
_Meus amados para concluirmos, devemos andar sempre atentos aos nossas atos, ações e palavras para que não sejamos pegos de surpresa.
_Devemos andar sempre debaixo da palavra de Deus, para que não possam e nem tenham doque nos apontar querendo assim trazer vergonha perante Deus.
_Devemos nos despir de tudo aquilo que não vem da parte de Deus e nos revestir somente da Santa e Fiel Palavra de Deus.
_A qual não volta vazia.
_E você que ainda não aceitou a Jesus, nesse momento tome a iniciativa procure uma Igreja, se coloque aos pés do Senhor e ele te dará vestes brancas, alvas como a neve e colocará um anjo para Zelar pela sua entrada e a sua saída, o seu acordar e o seu deitar, ele será contigo em toda sua vida.
POIS VOCÊ É OVELHA DO SEU REBANHO
E JESUS TE AMA

quinta-feira, 21 de junho de 2012

ALEGREM-SE TODAS AS NAÇÕES 21/06/2012

PALAVRA DE DEUS
PARA SEU CORAÇÃO

Introdução
_Esta palavra vem destinada a todos os povos e todas as nações.
_Sejam vocês do continente, raça, cor, sejam homens, mulheres, adultos ou crianças.
_Neste momento o Senhor nosso Deus vem falar com todos, sem fazer acepção.

Texto
Alegrem-se e regozijem-se as nações, pois julgarás os povos com eqüidade, e governarás as nações sobre a terra. (Selá.)
(Salmos 67:4)

Corpo
_Meus amados irmãos e irmãs, Deus manda que nos alegremos, pois seremos julgados com igualdade e justiça.
_Pois para Deus somos todos iguais e ele é o Senhor da Justiça.
_Devemos então nos alegrar, seja nas lutas, na dor.
_Sejamos povos livres para adorar ao Senhor ou povos que ainda hoje, tem que glorificar o nome de Deus, nos porões das casas, nas madrugadas, ou seja as escondidas para não serem mortos.
_Sejamos nós de quaisquer desses povos, alegremo-nos no Senhor que fez o Céu e a Terra.
_Meus irmãos seja a dificuldade que estiverem passando, nunca parem de glorificar e exaltar o Santo nome do Senhor.
_Pois nunca se esqueçam Jesus um dia deu sua vida por nós, e espera que nós honrremos seu sacrificio.
_Fazendo aquilo que nos foi ordenado, levar o Evangelho a toda a criatura, assim como um dia  chegou a nós.

Conclusão

NÃO DEIXE DE GLORIFICAR
O NOME DE DEUS AQUELE
QUE É SOBRE TODAS AS NAÇÕES

domingo, 17 de junho de 2012

A JUSTIFICAÇÃO DE DEUS 17/06/2012

Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado. (Lucas 18:14)

sábado, 16 de junho de 2012

AVISO DO SENHOR AOS QUE CALUNIAM E LEVANTAM FALSO TESTEMUNHO 16/06/2012

PALAVRA DE DEUS
PARA SEU CORAÇÃO

Introdução

_A palavra de Deus vem nos mostrar que se alguém se levanta contra nós. Seja com Injuria, Perseguição ou até disserem calunias contra nós, por causa da palavra de Deus, devemos nos alegrar.

Texto
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. (Mateus 5:11)

Corpo
_Meus amados, nesse momento o Senhor nosso Deus, nos dá uma ordem.
_Que não nos deixemos abater por nada que se levante contra nós.
_Pois a sua palavra diz que somos Bem-Aventurados, em sofrermos por amor a sua palavra.
_Muitos que estão dentro das igrejas e se levantam contra cada um de nós, das mais diferentes formas.
_São única e exclusivamente merecedores de duas coisas.
_Nossas orações e a misericórdia de Deus.
_Que caia sobre nós todos os tipos de calunias, injurias e perseguições, ainda assim, o Senhor nos mantém de cabeça erguida.
_Pois enquanto o inimigo de nossas almas veio para;
ROUBAR nossa benção.
MATAR nossos sonhos.
DESTRUIR nossas vidas.
_Nosso Deus veio para nos dar;
VIDA a qual ele mesmo soprou em nossas narinas e só ele pode tirar.
COM ABUNDÂNCIA ou seja numa quantidade sem medida.
_Desde que sejamos fiéis a sua palavra, mesmo que necessário passando por esse tipo de cituações.

Conclusão
_Porém amados irmãos e irmãs, tenhamos cuidado ao levantarmos qualquer tipo de calunia, ou nos levantarmos em forma de perseguição contra um irmão nosso.
_Busquemos averiguar os fatos.
_Pois o Senhor nos disse;
Aquele que murmura do seu próximo
às escondidas, eu o destruirei;
aquele que tem olhar altivo e
coração soberbo, não suportarei.
(Salmos 101:5)

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Testifiquemos as maravilhas de Deus 15/06/2012

PALAVRA DE DEUS
PARA SEU CORAÇÃO

Introdução
_Aqui Jesus nos faz uma promessa, e ao mesmo tempo nos deixa uma ordem.
_A de testificarmos as maravilhas que temos visto da parte de Deus.

Texto
26 - Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.
27 - E vós também testificareis, pois estivestes comigo desde o princípio.
(João 15:26-27)

Corpo
_Assim como o Espirito Santo é o Consolador vindo da parte de Deus, e o qual testifica até hoje sobre Deus.
_Assim também, somos nós os vasos usados por Deus, para trazer consolo aos aflitos nos dias de hoje e testifiquemos as maravilhas de Deus aos que ainda não lhe conheçem.
_Pois como ele disse aos discípulos, que estiveram com ele naquela época. Assim também ele está e sempre estará conosco.

Conclusão
_Devemos nos levantar, erguermos nossas cabeças, e nos colocar a disposição de Deus. Para testificar ao mundo as suas maravilhas e o seu grande amor por nós.

sábado, 2 de junho de 2012

A IMPORTÂNCIA DA UNIÃO DA FAMILIA 03/06/2012

PALAVRA DE DEUS
PARA SEU CORAÇÃO

Introdução
_Meus amados irmãos neste dia o Senhor Jesus vem falar sobre a FAMILIA, e a importância de uma familia unida e que anda nos caminhos do Senhor.

Texto
1 - E desceu Sansão a Timnate; e, vendo em Timnate uma mulher das filhas dos filisteus,
2 - Subiu, e declarou-o a seu pai e a sua mãe, e disse: Vi uma mulher em Timnate, das filhas dos filisteus; agora, pois, tomai-ma por mulher.
3 - Porém seu pai e sua mãe lhe disseram: Não há, porventura, mulher entre as filhas de teus irmãos, nem entre todo o meu povo, para que tu vás tomar mulher dos filisteus, daqueles incircuncisos? E disse Sansão a seu pai: Toma-me esta, porque ela agrada aos meus olhos.
4 - Mas seu pai e sua mãe não sabiam que isto vinha do SENHOR; pois buscava ocasião contra os filisteus; porquanto naquele tempo os filisteus dominavam sobre Israel.
(Juízes 14:1-4)

Corpo
_Nos versiculos 1 e 2, vemos ali Sansão fazendo as coisas de acordo com o seu querer, o querer da carne, do ser humano.
 _Apesar de ser ele, um nazireu, homem separado e ungido por Deus, desde o ventre de sua mãe, para cumprir um determinado ministério.
_Assim meus amados somos cada um de nós, fomos escolhidos desde o ventre de nossas mães.

_Nos versiculos 3 e 4, encontramos um dos principais pontos da familia, até mesmo pode-se dizer o alicerce da familia, A MÃE E O PAI.
_Os quais recebem com a benção da maternidade, uma grande responsabilidade da parte de Deus, pois ele deixa a cargo dos pais na terra a missão de criar, educar, amar e ensinar o caminho em que deve andar.
_Sansão não deu ouvidos ao que seus pais lhe disseram, e pagou um preço por isso.
_Assim também somos nós, quantas vezes pagamos por não darmos ouvidos para aqueles que nos amam e querem nosso bem.
_Mas ao contrário nos achando os tais, os poderosos, achando se somos como Sansão, fazemos como ele esquecendo quem nos chamou e nos deu a vida. E fazemos o nosso querer, por orgulho e rebeldia. Rebeldia essa contra Deus e contra nossos pais e familia.

Conclusão
_Meus amados, não sejamos como Sansão, que pagou um preço de morte, por sua desobediência.
_Antes, andemos todos em perfeita comunhão com Cristo e com nossas familias.
_Não criando contenda dentro de nossos lares, sempre dando bom exemplo para nossos filhos.
_Honrando nossos Pais e Mães, pois a palavra é clara; Honra teu Pai e tua Mãe, e tudo te irá bem, e muitos serão seus anos na face da terra.
VALORIZEMOS E REESTABELEÇAMOS,
O VALOR E IMPORTÂNCIA DA FAMILIA
DENTRO DA IGREJA