VISUALIZAÇÕES

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional
ENTRE EM CONTATO E ESTAREMOS LHES APRESENTANDO NOSSA CONVENÇÃO

AGENDAS ABERTAS

AGENDAS ABERTAS
Criação e Produção de todo material necessário para você, sua empresa ou comércio.

FAZENDO A OBRA DE DEUS

FAZENDO A OBRA DE DEUS
PUERTO IGUAZÚ - ARGENTINA

domingo, 13 de maio de 2012

TIPOLOGIA E ESCATOLOGIA 14/05/2012

TIPOLOGIA E ESCATOLOGIA

O que se entende por Tipologia?
Tipologia é o estudo de figuras e símbolos da Bíblia, com os quais Deus procura mostrar, por meio de coisas terrestres (objetos e pessoas).
a) Não se pode conhecer o anti-tipo sem antes ter conhecimento do tipo.
b) E isto significa afirmar que se entende bem o Novo Testamento conhecendo-se bem o Antigo Testamento.
A natureza de um tipo (Hebreus 8.4a, 5a - modelo e exemplo das coisas celestiais), Mateus 12.38 um tipo ou sinal (como Jonas no ventre do peixe é o tipo de Jesus morto e ressuscitado). Exemplo: Êxodo 12.3; 1ª Corintios 5.7. O cordeiro imolado na páscoa é um tipo de Cristo.É um meio determinado por Deus de comunicar verdades divinas através de ilustrações ou figuras, é geralmente constituído de pessoa, coisa e evento.
Cite 5 rituais ou figuras do velho testamento que é tipo de Cristo?
- Adão = tipo de Cristo que viria. O primeiro Adao, prefigura o segundo Adao (Rm 5:14)
- A serpente de metal = crucificação de Cristo (Nm21:8-9)
-Tarbenáculo e o Templo = tipificavam Jesus e a Igreja (Hb 8:1-5;9:1-10).
- José = o mais perfeito tipo de Jesus.
- Casamento de Isaque = tipo das Bodas do Cordeiro (Gn 24:1-67)
Onde ou que ponto Adão é tipo de Cristo?
Adao é o tipo de Cristo que viria. Assim como o pecado entrou no mundo por Adao, assim  o perdão entrou por Jesus. Adao é o homem morto, em Jesus o homem está vivificado.(1 Co15:21,22).
O que estuda a Escatologia?

A escatologia é o aspecto da doutrina bíblica que lida com as “ultimas coisas” (do grego eschatos, “final”). Em 1 Jo 2.18, João descreve os momento em que escreveu como sendo a “última hora”, evidenciando que ele, como em todas as gerações, vivia em expectativa imediata da segunda vinda de Cristo e via o seu tempo como um no qual a presente evidência parecia afirmar que a sua geração era mesmo a última. Não é uma atitude doentia: Cristo Jesus deseja que as pessoas aguardem ansiosamente a sua volta ( Mt 25.1-3; 2Tm
As coisas futuras, estuda a vinda de Cristo, os eventos que precederão sua vinda. Conversao de Israel, a vinda do anticristo, a morte, a ressurreição, o milênio, o juízo e o estado dos homens depois.
Grego = escatos e logos = últimas coisas.

Explique trindade Santa?


O Pai, o Filho e o Espírito Santo formam a Trindade Santa. São distintos, porém se entendem, se amam e se honram mutuamente.

O Pai criador, o Filho salvador e o Espírito Santo consolador – É o único Deus. As três pessoas, são Deus atuando em conjunto e também em momentos separados. Tudo em favor da humanidade.

Onde foi escrito o Apocalipse?
Na rochosa e solitária ilha de Patmos (Ap 1:9), no mar egeu, a sudeste de Éfeso. Tinha o aspecto triste, por isso, serviu de detenção para criminosos.
Cite 5 igrejas da atualidade que se identificam com 5 igreja do Apocalipse?
IURD,catolicismo,ecléticos,neo pentecostal,pentecostal.)
Em qual capítulo do Apocalipse fala do arrebatamento?
Capítulo 4.
O que significam os selos do Apocalipse?
O julgamento devastador de Deus contra o mundo. São chamados “a ira de Deus.”
O sétimo selo contém as sete trombetas. O sétimo selo estende-se até ao drama final da tribulação: a destruição sobrenatural da besta e seus exércitos, em Jerusalém e Armagedom, culminando a volta pessoal de Jesus com os seus santos.
O que significam as trombetas do Apocalipse?
Juízos parciais de Deus á terra.
Trombetas são usadas na Bíblia para convocar o povo, como em (Ex19:16-19). São também usadas para anunciar juízo, como no caso da tomada e destruição  de Jericó. Nesta cidade também, foram tocadas 7 trombetas. Em Apocalipse elas serão tocadas por anjos trazendo destruição.

Quem você acha que serão as duas testemunhas do Apocalipse 11?


Grande tem sido a contenda dos estudiosos para identificar estas duas testemunhas. Serao  dois homens. A Igreja do senhor já estará na glória quando as duas testemunhas estiverem atuando na terra. As duas testemunhas ministrarão na terra na primeira metade da Grande Tribulacao .
Muitos acreditam que as duas testemunhas serão Moisés e Elias. Outros acreditam que são Elias e Enoque. Prefiro achar que serão dois homens que Deus usará na Grande Tribulação para exercer a árdua tarefa de evangelizar naqueles terríveis dias, independente de quem sejam.
Quem são a mulher e o dragão do Apocalipse12?
A mulher simboliza os fiéis de Israel, e o dragão, Satanás.

Quais as dez principais potencias que vão cair no Armagedom?
-Rússia = Magogue corresponde á moderna Rússia. (Ez 38:2-6).
-Persia = A antiga Pérsia é a atual Ira. O novo nome foi adotado em 1935.(Ez 38:5,6).
-Etiópia = A Etiópia é a antiga Abissínia. Identifica-se com “Cuxe” ou “Cush”(forma hebraica). Apesar de sua pobreza e fome, tem o maior exército da África.(Ez 38:5).
-Pute = É a atual Líbia de Muamar Khaddafi.(Ez 38:5).
-Gomer = Veio a ser a Germania, e modernamente a Alemanha(agora reunificada).(Ez 38:6)
-Togarma = Turquia e Armenia. (Ez 38:6)
- Japão, China e Coréia = Os reis do Oriente (Ap 16:12,16)
Portanto serão: Rússia, Iran, Etiópia, Líbia, Alemanha, Turquia, Armenia, Japão, China, e Coréia.
Por que o catolicismo romano se compara a uma prostituta?
Os católicos professam servir á Deus enquanto, na realidade, adoram e servem a outros deuses.
A grande prostituta (Ap17:1), trata-se da Babilonia religiosa, e abrange todas as religiões falsas, inclusive o cristianismo apóstata. Esta grande prostituta será destruída pelo anticristo (Ap17:16).
Como e quem serão os habitantes da nova terra?
QUEM = Na Nova Terra os únicos habitantes serão os redimidos do Senhor. Coisa nenhuma interromperá o gozo do povo de Deus e a comunhão que experimentarão com seu Senhor. Não haverá mais nada das cenas terrestres serão novas todas as coisas.
COMO =  Os habitantes da Nova Terra terão novos corpos serão imortais e incorruptíveis, não mais sujeitos ao pecado, à morte ou à degeneração de qualquer espécie. (I Co. 15:52-54) Serão novas todas as coisas.
226-Quais os versículos de salmos que são idênticos entre si?
(Salmos 53:1-4)
53:1 DISSE o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, e cometido abominável iniqüidade; não há ninguém que faça o bem.
53:2 Deus olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus.
53:3 Desviaram-se todos, e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não, nem sequer um.
53:4 Acaso não têm conhecimento os que praticam a iniqüidade, os quais comem o meu povo como se comessem pão? Eles não invocaram a Deus.
(Salmos 14:1-4)
14:1 DISSE o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem.
14:2 O SENHOR olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus.
14:3 Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há sequer um.
14:4 Não terão conhecimento os que praticam a iniqüidade, os quais comem o meu povo, como se comessem pão, e não invocam ao SENHOR?
Quanto pesava a primeira Bíblia?
300 kgs
Quantos escritores Deus usou para escrever o Velho Testamento?
22 autores conhecidos e alguns desconhecidos como: Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis,  o livro de Ester, Jó, alguns salmos, alguns  Provérbios. Uns são autores anônimos outros incertos.
Por quanto tempo Israel ficou em cativeiro e em holocaustos?
Após sua saída de Ur, na Mesopotâmia, em direção à Palestina (estreita faixa de terra cercada pela Fenícia, atual Líbano), os hebreus dividiram-se em tribos formadas por clãs patriarcais que cultuavam a um único Deus, acreditando ser seu povo eleito, onde Deus escolheria determinados membros do grupo para que estes fizessem com que os planos divinos fossem cumpridos. Os clãs eram construídos pelo patriarca e pelos seus filhos e servos; praticavam uma economia baseada no pastoreio, que evoluiu para a agricultura graças à fertilidade das terras do norte e das zonas montanhosas do sul da Palestina. Os hebreus permaneceram por três séculos na Palestina, até a ocorrência de uma violenta seca que abalou a região. Algumas tribos, sob a liderança de Jacó, migraram para o Egito e lá ficaram por quatrocentos anos, período que coincidiu com a dominação dos hicsos, que cooperaram com os hebreus. Quando os hicsos foram expulsos os hebreus passaram a sofrer perseguições e foram condenados a pagar altos impostos e até mesmo foram transformados em escravos. Essa opressão só terminou com o aparecimento de Moisés que liderou o povo hebreu na marcha em direção a Canaã (a Terra Prometida). Esse episódio ficou conhecido como Êxodo. Moisés, de acordo com a bíblia, recebeu de Jeovà, no Monte Sinai, os Dez Mandamentos que continha princípios éticos, morais e religiosos que deveriam orientar a conduta do povo hebreu e, principalmente, reforçar a crença em um só Deus. Moisés e o povo hebreu permaneceram por quarenta anos no deserto do Sinai. As dificuldades encontradas na caminhada do retorno a Terra Prometida foram acompanhadas, em vários momentos, do retorno a idolatria e ao politeísmo, obrigando Moisés a reforçar cada vez mais sua autoridade. Entretanto, Moisés morreu antes da chegada à Palestina. O sucessor de Moisés fora Josué, que acabou por concluir a longa jornada a Palestina. Porém a terra já estava ocupada por outros povos como cananeus e filisteus. Seria necessário, então, lutar para reconquistar Canaã. Como os patriarcas eram líderes religiosos e não guerreiros, eles deram lugar aos juízes, chefes militares que passariam a comandar os hebreus na luta pela terra. Mais tarde, para unir mais o povo e centralizar os poderes religiosos, políticos e militares, foi fundada a monarquia. Saul, o primeiro rei hebreu, suicidou-se após uma humilhante derrota, sucedeu-lhe então Davi, que havia matado o gigante Golias com uma pedrada. Em 966 a.C., Davi morreu e em seu lugar foi coroado Salomão. Nesse momento os hebreus já possuíam um exercito, uma administração e um governo centralizado. Tudo isso favoreceu Salomão mas o alto custo do padrão de vida da corte real obrigava o povo a pagar altos impostos, isso gerava descontentamento. Com a morte de Salomão ocorreu a Cisma – divisão da monarquia em dois reinos: o de Israel, ao norte formado por dez tribos e cuja capital era Samaria e o de Judá, ao sul constituído por duas tribos e com Jerusalém como capital. Em 722 a.C. o reino de Israel foi conquistado pelos assírios e aproximadamente duzentos anos depois o reino de Judá foi conquistado pelos babilônios, com isso os hebreus viraram escravos – esse evento ficou conhecido como Cativeiro da Babilônia.
A Diáspora
O Cativeiro da Babilônia acabou em 539 a.C. quando Ciro, imperador persa conquistou a Babilônia e libertou os judeus, que retornaram a Palestina e reconstruíram o templo de Jerusalém – que havia sido destruído por Nabucodonosor, em 332 a.C. os persas foram derrotados por Alexandre Magno, e os macedônios passaram a dominar a Palestina, seguido pelo domínio romano em 63 a.C. Após a contenção da revolta judaica iniciada em meados da década de 60 d.C. e a destruição de Jerusalém em 70 d.C., os judeus se dispersaram pelo mundo - foi a Diáspora.
O Retorno
No século XIX, o movimento sionista, organizado por Theodor Herzl, passou a ocupar terras na Palestina e com o apoio da Inglaterra, interessada em pender o equilíbrio político e econômico para seus interesses. Dessa forma, a presença judaica passou, aos poucos, a superar a de palestinos, descendentes dos antigos filisteus. Em 1948, a Assembléia Geral da ONU, sob impacto do holocausto criou o Estado de Israel, assim, o povo hebreu, agora conhecido como judeu, está de volta à Terra Prometida, enquanto os palestinos perderam sua pátria. E essa velha guerra continua até hoje e parece que ainda vai se arrastar por um bom tempo.
230-Cite 5 profecias que já se cumpriram nos últimos 60 anos e 5 que estão para se cumprirem?
Pai matando filho
Filho matando pai
Fome
Guerras
Falsos profetas
Quantos céus existem e as particularidades de cada um?
As Escrituras indicam que há três lugares chamados céus.
O primeiro céu é a atmosfera que circunda a Terra (Os 2:18; Dn7:13).
O segundo céu é o das estrelas (Gn 1:14-18).
O Terceiro céu, também chamado Paraíso (2Co 12:3,4; Lc 23:43; Ap 2:7), é a habitação de Deus e o lar de todos os salvos que já daqui partiram. ( 2Co 5:8) Sua localização exata não está revelada.
Qual a diferença de paraíso terrestre com paraíso celeste?
Paraíso Terrestre - é na tradição das religiões abraâmicas o local da primitiva habitação do homem.
Na tradição bíblica, o Jardim do Éden, do hebraico Gan Eden, גן עדן, é o local onde ocorreram os eventos narrados no Livro do Génesis (Gen., 2 e 3), onde é narrada a forma como Deus cria Adão e Eva, planta um jardim no Éden (a oriente), e indica ao homem que havia criado, para o cultivar e guardar.
A ordenança dado por Deus seria a de que o Homem podia comer os frutos de todas as árvores do jardim, exceto os da árvore do conhecimento do que é bom e do que é mal. Ao desobedecer esta ordenança e comer esse fruto proibido, Adão e Eva eventualmente ficam a conhecer o bem e o mal, e do pecado nasceu a vergonha e o reconhecimento de estarem nus. Em resultado da desobediência, Deus expulsa o homem do jardim.
PARAÍSO CELESTE – Em 2Co 12:2-4, Paulo escreve na terceira pessoa do singular acerca de sua experiência ao ser arrebatado até o paraíso, onde ouviu palavras que não é lícito repetir. Nesse caso o paraíso celeste é o céu com sua glória, o mesmo que em Lucas 23.
Cristo promete que Ele dará o paraíso como dádiva ao vencedor. O paraíso celeste é a habitação de Deus e o lar de todos os salvos que já partiram daqui e os que serão arebatados. Sua localização exata não está revelada.
Cite 5 livros apócrifos mais aberrantes?
- Tobias
- Judite
- 1 e 2 Macabeus
- Sabedoria de Salomao
- Orcao de Manassés
Comente a 70ª semana profética?
Daniel 9:24 = “Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para extinguir a transgressão, e dar fim aos pecados, e expiar a iniqüidade, e trazer justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e ungir o Santo dos santos.”
As setenta semanas de Daniel é uma profecia indispensável á Escatologia. Este período de tempo irá se cumprir sobre o povo judeu (“o teu povo” – 9:24) e sobre a cidade de Jerualém (“a tua santa cidade”). Portanto esta profecia é destinada toda ela para Israel, sendo assim, não devemos confundir Israel com Igreja.
Como uma semana é constituída de sete dias, mas estas semanas que a profecia de Daniel se refere ao invés de dias, são anos, para cada dia da semana conta-se um ano, formando assim uma semana de ano.
De acordo com Daniel capítulo 9:24-27, as setenta semanas se dividem em três partes:
•             07 semanas = Dn 9:25 –    49 anos.
•             62 semanas = Dn 9:25  -  434 anos.
•             01 semana   = Dn 9:27  -       7anos.
- A primeira divisão sete semanas = 49 anos - Na data de 445 a.C., iniciou-se a contagem da primeira divisão, e terminou aproximadamente no ano 397 a.C., o que é relativo á 49 anos (7 semanas de ano).
O rei Artaxerxes ordenou que Neemias restaurasse e edificasse Jerusalém (Ne 2), onde no final deste período a cidade estava totalmente reconstruída.
- A segunda divisão sessenta e duas semanas 434 anos.
A segunda divisão tem início aproximadamente no ano 397 a.C. e vai até os dias da pregação dos Apóstolos de Cristo. Neste período o Cristo iria nascer, morrer e logo após Jerusalém seria invadida e destruída pelo império Romano, o que de fato ocorreu de forma literal em todos os sentidos. (Dn 9:25-26).
- A terceiro divisão uma semana = 7 anos
A última divisão das setenta semanas é ainda futura, ainda não se cumpriu, devido o povo judeu não estar na cidade santa (Dn 9:24), os Romanos invadiram
Aproximadamente no ano 70 d.C. e expulsaram os judeus da santa cidade e os mesmos foram dispersos para muitas nações (Ez 36:19,20; Lc 21:24).
Para esta última divisão se cumprir o povo judeu deve estar em Jerusalém. Para que esta profecia seja totalmente cumprida terá que acabar O Tempo dos Gentios, tempo que Deus separou para salvar os gentios, e converte-los á Cristo sem pecado algum, é o período em que a graça de Deus é oferecida aos pecadores. Se esta última semana não fosse interrompida , com certeza as setenta semanas de Daniel já estariam totalmente cumprida e desta forma não haveria  salvação para ninguém. O Tempo dos Gentios terminará com o arrebatamento da Igreja, com a salvação daqueles que aceitaram Jesus Cristo, com um dos maiores propósitos de Deus sendo alcançado.
No dia 14 de maio de 1948, os judeus começaram a voltar para a santa cidade onde se cumpriu a profecia de Isaías 66:8. Á partir desta data muitos judeus retornaram á sua pátria, mês a mês. Na verdade os judeus já residem na cidade santa, porém não tem o domínio de Jerusalém.
A última semana de Daniel terá a duração de 7 anos, que será dividida em duas partes de três anos e meio, (Dn 9:27; Ap 11: 1-3; Ap 13:15), onde: quarenta e dois meses é igual a três anos e meio.
- Mil duzentos e sessenta e dois dias é igual á três anos e meio.
- Tempos e tempos e metade de um tempo é igual á três anos e meio.
O assolador de Dn 9:27 é o anticristo, que fará um concerto com Israel por sete anos (uma semana) e na metade da semana (três anos e meio) irá quebrar o concerto com os judeus.
A 70ª semana de Daniel também é chamada de Grande Tribulacao (Mt 24:21).
A Igreja de Cristo não passará por esta última semana (Dn 9:24).
Qual a diferença de profecia da carne com profecia de Deus?
CARNE-As profetadas funcionam como uma montagem de cenário com o objetivo de simular a manifestação da Glória de Deus através de uma suposta mensagem aos Seus servos. São falsas profecias ou profecias não reveladas por Deus. A “proferição” acontece com certa freqüência em alguns lugares mediante a necessidade do ouvinte de por ouvir uma mensagem verdadeira e edificativa e da coragem de certos crentes que agem como “profetadores”. Estes, em muitos casos, pensam que estão obrigados a profetizar todas as vezes que alguém chegar necessitando de uma palavra. Os mensageiros que profetizam por si (profecia da carne como é chamada) podem ser os mesmos que já receberam o dom, mas não conseguem compreender que a revelação só é dada sob o princípio da soberania divina. Ele usa a quem, como e quando quer.
Algumas palavras ditas em profetadas por profetadores podem ser proferidas por profeta ou profetiza em profecias; a diferença está na origem, a primeira é “da carne” e a segunda, revelação de Deus. Mas existem palavras ou frases absurdas e sem bases bíblicas que só são proferidas dos profetadores em suas profetadas.
São muitos os motivos e pretextos para profetadas. Colocarei a seguir, alguns possíveis exemplos. Eis aí os tipos de mensagens:
Probabilística
“Meu servo! Vou te dar vitória nesta semana; anota isto na tua agenda e tu verás o cumprimento”.
A vitória anunciada não aconteceu.
O mensageiro pode ter tido compaixão do seu irmão e não querendo vê-lo a sofrer lhe desejou sucesso.
Aparência
“Servo meu! Tenho contemplado os seus gemidos pelas madrugadas nas tuas orações; vou te dar vitória”.
O irmão nunca orava de madrugada.
O profeta o julgou pela aparência; naquele culto o irmãozinho estava contrito e lacrimoso.
Cenário
“Servo meu! Tenho uma grande obra contigo, neste ministério, ao lado do meu ungido.
O ouvinte - de outra igreja - era um visitante amigo do pastor e estava dirigindo a festa a seu pedido.
O “entregador de mensagem” pensou que ele era co-pastor, vice-presidente ou ministro local.
Aparência
“Servo! Tenho preparado para ti uma esposa, loira, alta e muito bonita”.
O ouvinte era casado com uma irmã baixinha de cabelos pretos.
O profeta não sabia que ele era casado.
Compaixão
“Minha serva, amada de meu Pai! Eis que vou curar aquela tua mãe de tal forma que tu dirás: como pode?”.
A mãe estava morta meia hora antes as mensagem.
A “profetizadora” e sua ouvinte não sabiam do falecimento.
Vaidade
“Ungido meu! Eis que falo assim contigo: vou eu te dar o que vieste buscar nesta noite... e tu dirás: na verdade o SENHOR falou! Falo assim para que tu saibas que sou eu quem rege na terra”.
O pastor estava naquele culto de oração tão somente em ação de graças pela compra de uma propriedade.
O “profetador” era o único “vaso” que ainda não tinha “entregado nenhuma mensagem” naquele culto e falou isto no final em tom de voz bem alto.
Desconfiança
“Servo que tenho colocado à frente de meu rebanho! Eis que são muitos que querem te tirar da posição. Vigia servo” Este (um nome em línguas) que está ao teu lado é o que tem te causado tantos males. Sê tu valente e faça tão somente o que eu te mando.
O pastor tinha grande consideração ao obreiro mencionado por código e em vinte anos de trabalhos juntos sempre lhe foi fiel.
O “profeteiro” julgava que de tão esforçado o adjunto do pastor era uma ameaça.
Alto risco
“Serva! Vou eu te dar este varão que esta sendo gerado no teu ventre”.
Na semana seguinte a irmã fez a ultra e o resultado: menina.
O mensageiro sabia que a irmã que já tinha dois filhos muito desejava um menino.
Vulgar
“Jovem que esta à frente desta mocidade! Vou te dar vitória; estou eu atendendo as tuas orações, vou preparar uma varoa para ti, tenho uma obra contigo no ministério, tu farás muitas viagens, tu ajudarás ao meu ungido, grande é a obra que tenho contigo”.
O jovem era diácono, bastante dinâmico e esforçado na Casa de Deus.
O mensageiro conhecia bem de perto os trabalhos do diretor.
Bajulação
“Ungido que estás na direção deste Campo! Vou fazer grande obra contigo na terra; muitos grandalhões virem a ti e se consertarão contigo; tenho eu feito grandes coisas e vou fazer muito mais ainda, para que todos saibam que há um Deus em Israel; muitos virão de uma parte e de outra para ver o que vou fazer através das tuas mãos”.
O pastor era muito amado no seio da igreja, mas morreu uma semana depois da “profetização”.
O mensageiro era o presbítero mais antigo da Igreja e esperava a sua indicação ao ministério.
Teológica
“Meu servo! Eu sou o Jeová Jiré, O Deus de Abraão! Como fui com Davi serei contigo; Não temas tu; quando passares pelas águas, estarei contigo; derrubarei as muralhas de Jericó; dou-te as bênçãos de Gerizim; lê tu a minha Palavra, vigia, ora e cante o hino da vitória; e a minha graça e a minha paz seja contigo”.
Ninguém sabia para quem era a mensagem.
O mensageiro era professor da Escola Bíblica Dominical.
Terror
“Homem! Quem te mandou entrar neste negócio? Não estou contigo neste propósito; vigia! Cuidado! Atenta bem para isto que estou te falando nesta hora e depois tu me louvarás”
O irmão era feirante e comprava material semanalmente.
O mensageiro pensou que ele era Empresário.
Duvidosa
“Olha servo! Eis que tu me pedes há anos uma resposta sobre este negócio; eis que te digo: nem sim e nem não e olha bem o que tu vais fazer”.
Os ouvintes ficaram assustados e perplexos.
O mensageiro não ofereceu nenhuma saída para a crise.
Deus não é a fonte de contradições, indecisão e confusão (2 Coríntios 1:18-21; 1 Coríntios 14:33). A verdade que provém de Deus (João 8:31-32) promove a unidade e não promove a divisão, o conflito ou a diversidade de doutrina (João 17:17-23).
Profecia de Deus
De Deus-A Bíblia fala de profecias, de “profetas” e de dons de profetizar. O uso dos preciosos dons é coisa seríssima. Devemos crer nas profecias, nos dons de profetizar e receber as mensagens de Deus. Mas todo cuidado é pouco; o inimigo está por aí armando as suas ciladas para nos embaraçar e as profetadas funcionam como uma ferramenta terrível, não fundamentada na Palavra de Deus e atraindo pessoas como vemos acontecer no dia-a-dia.
Amados, sejamos sóbrios e vigilantes. Deus quer falar no nosso coração, Pela Bíblia, Pelo Espírito Santo direto no nosso espírito, usando os pregadores e também usando os Seus santos profetas. Precisamos conhecer a Palavra de Deus pela qual podemos discernir quando uma mensagem é de Deus ou não. Existem cultos específicos onde os sinceros “vasos” de Deus têm o seu espaço para falar, com sabedoria, aquilo que Deus quer.
A Bíblia é a Profecia completa e capaz de preencher todas as possíveis lacunas em nossas vidas. Mas a mesma Palavra diz que há o dom de profetizar que foram dados para a edificação da Igreja. Todo cuidado é pouco na hora de posicionarmos a respeito de “profetadas” e profecias.

Paulo diz que os dons são dados a cada uma para o que for útil – ou o bem comum (1 Co 12.7). A profecia é um dom (1 Co 12.10) e que Deus dá a cada uma como quer (1 Co 12.11). Fazendo uma analogia com o corpo humano Paulo deixa claro que não há hierarquia entre os dons e ninguém é maior por portar um deles (1 Co 12.12-30). É permitido procurar os melhores dons (1 Co 12.31), manda aspirar ao de profetizar (1 Co 14.10), mas o apóstolo apresenta um caminho mais excelente que é o amor (1 Co 13).
Eu creio em profecias
Creio plenamente nas profecias bíblicas e creio nos dons espirituais para os nossos dias, entre eles o de profetizar. Não tenho este dom, mas conheço quem o tem e o exerce com toda humildade e contrição diante de Deus; não adianta ir a casa dele que ela não tem mensagem, é quando Deus quer e se alguém precisar..
Como saber se é profecia ou profetada?
É fácil, porém a resposta pode não ser imediata. Vivemos em um mundo aonde a velocidade vem sendo cada vez mais requerida, assim, muitas pessoas não têm paciência de esperar o fiel cumprimento de uma palavra. A veracidade de uma previsão (que não foge aos princípios bíblicos) só pode ser constatada conforme prescreveu Moisés: “E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o SENHOR não falou? Quando o profeta falar em nome do SENHOR, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o SENHOR não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele” Dt 18.21,22.
236-Por que os mórmons é uma religião herética?
O livro de Mórmon, a bíblia dos mórmons, que ainda não completou cento e oitenta anos, já passou por 3913mudancas. A primeira edição foi publicada em 1830, a edição atual tem um texto completamente diferente da primeira edição. Não é uma escritura de confiança. Seguir o que está neste livro e não acreditar na Bíblia é uma grande heresia. A Bíblia Sagrada, desde que foi escrita, nunca precisou de nenhuma alteração em seu texto.
O mormonismo prega um Jesus polígamo, cuja única diferença entre ele e nós é que ele é primogênito. O ensino deles sobre Cristo é uma blafemia; inclusive negam a sua concepção virginal. Usam muitas palavras da fé crista, mas com sentido completamente diferente.Segundo os mórmons, os fiéis chegarão ser deuses, como Deus-Adao , ainda , se os esposos são “selados”, no templo, o matrimonio é eterno. O homem com sua esposa ou esposas rainhas, reinará sobre o planeta de sua responsabilidade. Continuarao procriando filhos espirituais eternamente. Entretanto o Senhor Jesus ensinou que a vida matrimonial não existe no céu (Mt 22:29,30; Lc 20:34-36).

TEMPO DOS GENTIOS
Quando iniciou e quando terminará o tempo dos gentios?
Começou quando uma parte de Israel foi levada em cativeiro para Babilonia  em 586 a.C. (2Cr 36:1-21; Dn 1:1,2).
Terminará, provavelmente, quando Cristo começar seu governo terreno sobre todas as nações (Ap 20:4; Jr 23:5,6; Zc13:9; Rm11:25,26).
Quantas igrejas cristãs existiam até o ano 150?
Havia também pequenos grupos de vida mística, reunidos em comunidades de fé e trabalho, de uma das quais provavelmente se originou João Batista. Um dos mais importantes desses grupos era a comunidade de Qumran, radicada à margem do mar Morto, sem dúvida vinculada aos essênios. Sua existência só veio a ser revelada pelos manuscritos do mar Morto, descobertos em 1948. Tais comunidades consideravam a si mesmas como o remanescente fiel da história judaica. Guardavam a lei, mantinham rituais de purificação periódica, renovavam constantemente sua adesão à aliança com Deus e participavam de uma refeição sagrada de pão e vinho. Acreditavam no estabelecimento próximo de um reino trazido por um novo profeta.
Os essênios, outro grupo de tipo monástico, existiram, segundo o historiador Flávio Josefo, desde o ano 150 a.C. Suas comunidades se distribuíam por várias vilas da Palestina e exerciam grande influência na vida judaica. Apoiavam os fariseus, contra os saduceus, embora diferissem dos primeiros por praticarem o celibato, rejeitarem o sacrifício de animais e negarem a ressurreição do corpo. Aceitavam a imortalidade da alma e o castigo ou recompensa após a morte. Alguns estudiosos afirmam que tanto João Batista quanto Jesus pertenceram à comunidade dos essênios.
Por que nos dois primeiros séculos, determinada igreja ficava com apenas uma ou duas cartas paulinas por longos cem anos?
Por não existir a possibilidade de cópias dessas cartas naquela época, era necessário que as mesmas passassem de mãos em mãos, de vila em vila, afim de que os ensinamentos de Paulo fossem fixados nas determinadas regiões.
Qual foi o papa que matou 160 cardeais na lista para poder ocupar a cadeira?
Papa leão
Qual foi o papa que era mulher?
Sérgio III, (904-911 d.C.), tinha uma amante por nome Marózia. Ela, sua mãe Teodora (esposa ou viúva de um senador romano) e sua irma, puseram na cadeira papal seus amantes e filhos bastardos, transformando o palácio pontifício numa cova de salteadores. Isto é conhecido na História como pornocracia, ou domínio das meretrizes. (904-963).
“Joao X (914-928), foi trazido de Ravena para Roma e feito papa por Teodora (ainda tinha outros amantes), para mais convincentemente satisfazer as suas paixões.” Foi morto asfixiado, por Marózia, para sucede-lo ao, pontificado, pessoal seu.
Qual a ocasião e país que ocorreu briga com a igreja católica romana e passou a ter dois papas paralelos?
O papado fora vitorioso em sua luta de 200 anos contra o Império Germânico. Mas, agora, o rei da Franca se tornara o monarca-líder da Europa. Filipe, o belo, com quem a história da Franca começa , assumiu luta contra o papado. A sede pontifícia foi removida para  Avinhao, no limite sul da Franca e, durante 70 anos, o papado foi mero instrumento, da corte francesa.(1305-1377).
Depois de 40 anos – (1377-1417), houve simultaneamente dois papas um em Roma e outro em Avinhao (Franca), cada qual a se dizer “vigário de Cristo”, e maldizer um ao outro.
Por que a igreja Católica mandava queimar pessoas na fogueira?
Vários cristãos e líderes nacionalistas na Inglaterra, Franca, Alemanha, etc, começaram a lutar contra a corrupção, isto no ano um mil, eram queimados de imediato.
Aqueles que os padres e papa consideravam hereges, que não pensavam o mesmo que o papa pensava , eram queimados também.
-Por que a igreja Católica proibia os Dons do Espírito Santo?
Porque a crença e a busca dos fiéis pelos dons do Espírito Santo, levariam a um conhecimento maior das Escrituras. O que por certo se chocaria com os dogmas da Igreja Católica.
Como que a igreja fazia para dominar e possuir 1/3 das terras dos países da Europa?
Por solicitação do Papa Estevão II, Pepino, rei dos francos (povo germânico que ocupava o oeste da Alemanha e o norte da Franca) e pai de Carlos Magno, conduziu seu exército á Itália, venceu os lombardos, cujas terras (grande parte da Itália) deu ao Papa. Foi esta a origem dos “Estados Pontifícios” ou “Domínio Temporal” dos Papas.
Mais tarde, Gregório VII – 1073-1085 – Com seu grande objetivo de reformar o clero, devida sua grande depravação, os dois pecados predominantes nos padres eram a imoralidade e simonia, (compra de cargo eclesiástico por dinheiro) ele insistiu, no celibato para curá-los da imoralidade, e para afastá-los da simonia, insurgiu-se contra o direito de o Imperador nomear dignatários para a Igreja. Todos os bispos e padres compravam os seus cargo, visto que a Igreja pertencia a metade de todas as propriedades e tinha grande rendimento, levando-os ao luxo.
Quais os heróis evangélicos que foram mortos pela igreja Romana entre os anos 1.000 e 1.500?
- Arnaldo de Bréscia- Foi enforcado, a pedido do Papa Adriano IV. Pregava que a Igreja não devia ter propriedades e que Roma devia ser liberta do domínio do papa.
- João Huss – Foi um grande reformador que ajudou a Igreja a retornar para as verdades fundamentais da Bíblia. Reitor da Universidade de Praga, Boemia. Foi  martirizado por sua fé em Cristo, em 1414, pela Inquisição foi queimado vivo.
- Jerônimo de Praga – Um grande reformador na Europa durante o mesmo período do seu amigo João Huss. Após uma carreira de fé, como pastor e testemunha de Jesus Cristo, encontrou o martírio na fogueira por afirmar que a Bíblia era a fonte de doutrina e não os concílios e tradições a Igreja.
- Bispo Latimer – Foi um grande reformador na Inglaterra, que restaurou a Bíblia ao seu lugar de honra nas Igrejas em toda a nação. Pela Inquisição.
- João Wyclif – Professor em Oxford, Inglaterra. Pregava contra a dominação espiritual do clero e a autoridade do papa. Defendeu o direito, que o povo tinha, de ler a Bíblia. Morreu em 1384
- Savonarola – Foi enforcado e queimado na grande praça de Florença, em 1498. Pregava contra a sensualidade e o pecado da cidade e contra os vícios do papa.
- Martinho Lutero – Mesmo tendo sido um sacerdote e teólogo católico, Martinho Lutero não encontrou certeza da salvação pessoal nas obrigações religiosas e obras exigidas pela Igreja Medieval. Finalmente, após anos de obras agonizantes, dúvidas e sofrimentos, Martinho Lutero encontrou a verdade da salvação nas palavras das santas Escrituras: “O justo viverá pela fé”, era o ensino fundamental da Palavra de Deus. Esta doutrina bíblia da justificação pela fé na obra redentora de Jesus Cristo na cruz tornou-se a palavra de ordem da Reforma que libertou milhões de prisioneiros de uma religião morta. Martinho Lutero morreu em 1546. Quando se aproximava de sua morte, ele disse:”Tú me redimiste, ó Senhor Deus da verdade. Morrerei confiado em Cristo e na doutrina que preguei.”
Quais os dez principais erros que Lutero detectou no regimento da igreja e que ainda existem alguns no Código Canônico de hoje?
- Venda de indulgências
- Luxo e ostentação dos papas e bispos em contraste com a população, que vivia na pobreza.
- Adoração de santos como se fossem deuses, incluindo a Virgem Maria.
- Exemplos de desonestidade, hipocrisia e depravação no Vaticano. Havia papas que viviam praticando orgias sexuais e tinham muitas amantes, enquanto fingiam ser celibatários.
- Missas em latim, idioma que a população não compreendia
- A Igreja desencorajava a leitura da bíblia, que para ele deveria ser estimulada.
- Celibato dos padres e freiras.
- O uso da cruz, um antigo instrumento de tortura, como objeto de culto.
- Adoração de imagens
- Igrejas com ornamentação luxuosa, contrastando com a vida simples que Jesus levava e estimulava.
- A excessiva autoridade, arrogância e empáfia das autoridades eclesiásticas, quando deveriam ser vistos como simples e humildes servos de Deus.
- O ato da confissão feita a um padre. Para Lutero as pessoas deveriam se confessar a Deus,e não a um ser humano.
248-Quais as 5 principais denominações evangélicas nascidas entre os anos 1.500 a 1.700?
Presbiteriana.
Batista.
Luterana.
Congregacional.
Metodista.
ARREBATAMENTO
 Qual o dia e hora do arrebatamento?
O arrebatamento da Igreja não será um acontecimento visto por todos. Será muito rápido num abrir e fechar de olhos (1Co 15:22), não se sabe nem o dia e nem a hora, não haverá tempo para despedidas, será muito rápido como um piscar de olhos. Ninguém sabe, só é possível saber que o evento é iminente, pois os sinais se identificam no decorrer da história. Agora se deve evitar ao máximo especulações, que sempre caem no terreno arenoso de heresias, fantasias e fanatismos. Quando Cristo adverte que o dia e hora não podem ser previstos, isso não significa que o ano ou século ou o milênio poderão! Ora, muitos empolgados com a escatologia falam besteiras como: “estamos na última geração”, “somos o último avivamento antes da vinda de Cristo”, “Cristo voltará logo, pois sempre algo acontece num período de dois mil anos” etc. Lembremos sempre das palavras de Jesus: “Não vos pertence saber os tempos ou épocas que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder” (Atos 1.7).
Os cristãos devem vigiar e orar, sempre preparados para a vinda de Cristo, mas nunca obcecados em querer especular sobre a proximidade do fim do mundo. Você então pergunta: Então porque os sinais? Ora, sinais não devem ser objetos de especulação, mas simplesmente advertências sobre a malignidade que os cristão enfrentarão no decorrer da história eclesiástica antes da vinda de Cristo. Como esperar o arrebatamento? Nunca pegar calculadoras ou “mapas escatológicos” para dizer que essa é a última geração, mas sim esperar a vinda de Cristo recebendo o poder do Espírito Santo e testemunhando até que Cristo volte (At 1.7-8).
A vinda de Jesus não pode ser marcada!
Várias foram as tentativas para marcarem a vinda de Cristo, ou seja, a data do arrebatamento. Muitos ignoraram a advertência de Cristo, que “daquele Dia e hora ninguém sabe” (Mt 24.36). Alguns exemplos podem ser citados:
a)      Guilherme Miller
O fundador do Adventismo marcou a vinda de Cristo para os dias 21 de março de 1843 e 21 de março de 1844.
b)      Charles Taze Russell
O fundador da seita “Testemunhas de Jeová” marcou eventos apocalípticos para os anos de 1909, 1914 e 1915. Seus seguidores ainda marcaram a volta de Cristo para 1984.
c)      Bang-Ik Há
O coreano fundador da seita “Missão Taberá”, marcou a vinda de Jesus para 1992.
d)     John Hinkle
Um pastor de Los Angeles, que marcou a vinda de Cristo para o dia 9 de Julho de 1994.
e)      Valnice Milhomens
A “apóstola” da Confissão Positiva marcou a vinda de Cristo para um sábado de 2007, ou shabbat, como os judaizantes preferem dizer. Sendo quarenta anos depois de 1967, o ápice do Movimento Carismático, segundo Milhomens. Hoje ela se defende dizendo que a o vídeo de sua pregação estava fora do contexto! (?).[3]
Ganharemos outro corpo ou seremos transformados?
Os mortos em Cristo de todas as épocas ressuscitarão em corpos gloriosos, semelhantes ao de Cristo quando ressuscitou. Na glorificação dos santos os frágeis corpos mortais serão revestidos de imortalidade. Serão os primeiros a ressuscitarem, como Paulo lembra em I Ts 4.16. Os santos que hoje morrem mais cedo encontrarão com o Noivo.                                              - Os vivos em Cristo
“Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados” (I Ts 4.17). “Nem todos dormiremos (ou seja, morreremos), mas todos seremos transformados” (I Co 15.51).
Por que a boa obra não salva?
Quem salva é Jesus. Para ser salvo precisamos aceitar Jesus como Senhor e Salvador de nossa alma, e isso, só acontece se tivermos fé e não obras.Somente aqueles que crêem podem de fato obedecer ao Senhor.
As obras sem a fé são obras mortas. A fé sem obras é fé morta. A fé e as obras nunca poderão estar separadas uma vez que as obras procedem naturalmente da fé.

Por que a boa obra acompanha os salvos?

Uma profissão de fé, completamente por obras de justiça comprova aquela “fé viva”, que realmente salva. Tanto o Apóstolo Paulo quanto o Apóstolo Tiago, declaram enfaticamente que a verdadeira fé salvífica produzirá infalivelmente obras de amor.(Tg 1:27; 2:8; Gl 5:6)

Qual a boa obra que gera mais galardões e coroas?


Lc. 6:35
Onde estão hoje os que morrem em Cristo?

Os salvos estão no céu, até o dia da ressurreição do corpo. Não são espíritos incorpóreos e invisíveis, mas seres dotados de uma forma corpórea celestial temporária (Lc 9:30-32; 2Co 5:1-4).
O céu é como um lar, um lugar de repouso e seguranca( Ap 6:1). No momento da morte, o crente é conduzido á presença de Cristo. (2Co 5:8; Fl 1:23). Permanecem em plena consciência. (Lc 16:19-31)
Onde estão hoje os que morrem sem Cristo?
Estao no inferno. (Ap 20:13), um lugar de tormento.
 Onde estão os corpos de Elias e de Enoque?
Como sabemos estes servos do Senhor tiveram experiências especiais em suas vidas. Elias e Enoque foram elevados ao céu.(2Rs 2:11;Gn 5:24).
Enoque foi arrebatado antes do dilúvio, assim como Elias foi arrebatado antes do cativeiro babilônico.
Como foram homens de Deus e há um só lugar para aqueles que partiram deste mundo com Cristo, eles estão no céu aguardando o arrebatamento da Igreja.
Quais são os sinais proféticos da proximidade do arrebatamento?
- Falsos Profetas – (Mt 24:5,11). São cegos guiando a outros cegos ao abismo eterno. São falsários que dizem ser portadores de uma identidade messiânica. São lobos, camuflados no sincretismo religioso reinante no mundo.
- Guerras – (Mt 24:6). Em 5.560 anos de história, o homem fez, oficialmente, 14.531 guerras (dados da ONU até a década de 80).
- Fome –(Mt 24:7). Cientistas afirmam que a idade da fome iniciou-se em 1974, quando muitas nações africanas e asiáticas foram surradas por este terrível pesadelo. A fome aumentará no planeta por quatro razoes: aumento do preço do petróleo. Poluição em todos os níveis. Chuva ácida – 38.000Km2, buraco da camada de ozônio e Explosão populacional.
O I.B.G.E (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) afirma que, morrem anualmente, vitimas da fome no Brasil, cerca de 380.000 criancas.
- Pestes
Por que os ateus e membros das igrejas heréticas não vão subir?
Porque não crêem que Jesus Cristo é o único que salva, liberta e leva para o céu. Não crêem unicamente em Deus, e acima de tudo não aceitaram a Cristo como Senhor e Salvador de suas almas. Mas esperam salvação e milagres em imagens feitas por mãos de homens, no sol, na lua, nas estrelas, enfim na natureza. Se apegam á doutrinas dos homens, deixando de lado os verdadeiros ensinamentos da Bíblia, verdadeiro instrumento que nos leva a crer em Deus. E esperar o arrebatamento.
Comente Mateus 24:32
“Aprendei, pois, esta parábola da figueira: quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão.”
A alguns intérpretes crêem que a figueira representa a restauracao de Israel como um estado político(Lc 13:6-9).
A figueira se destaca das demais árvores, assim como Israel foi chamado para ser um povo separado.
Israel foi expulso de suas terras pelo imperador Tito no ano 70 d.C. O verão aqui mostrado é a própria pessoa do Senhor Jesus Cristo.
Por que Israel é considerado a chave da profecia?
A nação de Israel foi altamente privilegiada por Deus, como nenhuma outra nação o foi. Deus escolheu a nação de Israel para o estabelecimento de seu plano salvífico,beneficiando toda a raça humana.
O maior privilégio que a nação de Israel recebeu da parte de Deus foi Cristo. Como Deus começou tudo com a nação de Israel, esta nação passou a ser a chave da profecia da salvação da humanidade através da morte de Cristo.
O que diz a epístola apócrifa de Barnabé e o Evangelho de Allan Kardec sobre o arrebatamento e fim do mundo?
Afirmam que “um mil passará e dois não inteirará”, a vinda de Jesus Cristo. Não está na Bíblia inspirada, consta apenas na epístola apócrifa de Barnabé e no evangelho Espírita de Alan Kardeck, Já passaram os anos previstos e até agora o Senhor Jesus não voltou, portanto não merecem credibilidade e agora, que já entramos no terceiro milênio, Roma e os seguidores de Alan deveriam ficar mais envergonhados e deveriam expurgar esse livro de suas bíblias e desmerecer os demais apócrifos e os espíritas desprezar o seu “best-seller”. Não adianta ninguém querer adivinhar o dia da volta de Jesus, na hora de Deus isto vai acontecer.

Quais os componentes da Igreja Espiritual, zelosa e de boas obras que será arrebatada?
Os que ouviram a palavra de Deus e creram; Os que crêem em Jesus Cristo e o seguem; os que confessam a fé em Cristo e os que amam a sua vinda.
Por que o arrebatamento precede a grande tribulação?
Deus prometeu em tirar sua Igreja do mundo antes de derramar sua ira(1Ts 1:10).
Deus preservará da grande tribulação sua Igreja, através do arrebatamento, quando os fiéis encontrarão o Senhor nos ares; esse livramento é uma recompensa aqueles que perseverarem em guardar a palavra de Deus, mantendo a fé verdadeira. O Arrebatamento ocorre antes da Tribulação porque o Senhor prometeu nos livrar deste período horrível, confore diz as Escrituras:
•             Apocalipse 3:10
"Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra."
•             1 Tessalonicenses 1:10
"E [de maneira que temos que] esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura [que trará punição aos impenitentes]."
Deus também diz nas Escrituras que os cristãos não estão destinados à ira do Senhor, conforme 1 Tessalonicenses 5:9:
"Porque Deus não nos destinou [nos sujeitando] para a [Sua] ira [Ele não nos elegeu para nos condenar], mas para a [certeza da] aquisição da [Sua] salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo (o Messias)..."
Outro detalhe importante é que a igreja está ausente entre os capítulos 4 e 18 do livro de Apocalipse, mostrando que a igreja não passará por este período.
Onde se situa a Jerusalém Celeste?

No céu, lá em cima (Gl 4:26),onde Deus habita e Cristo reina á sua destra. Deus e o cordeiro reinarão para sempre no seu trono, na Cidade Santa.
Como serão as relações e afinidades no céu?
Todos os salvos terão corpos semelhantes ao corpo ressurreto de Cristo, corpo real, visível, porém incorruptível, poderoso e imortal (Rm 8:32; 1Co 15:51-56). Os salvos se lembrarão somente das coisas santas que valem a pena ter em memória; não se lembrarão do que lhes causaria tristeza (Is 65:17). Serao relações de intensa alegria e eterno amor.

Quem será julgado e como será o julgamento no Tribunal de Cristo?

“Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal.” ( 2Co 5:10).
- Quem = Todos os salvos serão julgados; não haverá excessao (Rm 14:10,12). Será um julgamento somente para os remidos por Cristo, não haverá discriminação nesse lugar. Os salvos e remidos irão prestar contas diante do Senhor.
- Como = Deus examinará e revelará abertamente ma sua exata realidade. O crente terá que prestar contas da sua fidelidade ou infidelidade a Deus (Mt 25:21,23) e das suas práticas e ações, tendo em vista a graça, a oportunidade e o conhecimento que recebeu (Lc 12:48) “cada um receberá do Senhor todo o bem que fizer.”( Ef 6:8), será julgado um por um, não em massa (1Co 3:13).
Quais são as obras que serão queimadas e as que serão purificadas?
As obras praticadas pelo crente serão submetidas ao julgamento naquele dia para determinar se são boas ou más.
Todas as obras feitas por impulso carnal para a ostentação da carne não suportarão o calor do fogo de Deus, por mais bonitas que sejam, serão desaprovadas. Obras praticadas sem utilidade. Palha, materiais frágeis e não resistem ao juízo de fogo.
As obras praticadas com materiais resistentes como o ouro, prata, e pedras preciosas serão aprovadas, pois, são resistentes ao fogo, feitas com muitas dificuldades, mas com amor e carinho. Se praticadas com responsabilidades passarão pelo fogo do julgamento de Cristo. Serao  aprovados ou purificados os salvos que conseguiram dominar o velho homem, resistindo as ofertas do adversário, conservando-se santo, e limpo. O crente fiel terá lugar superior no céu.(
O que fica dentro de cada cristão em relação ao tribunal de Cristo é que se atentarmos prudentemente para a nossa responsabilidade individual no que se refere ás ações tanto as de caráter social quanto as espirituais praticadas em benefícios do reino de Deus, seremos provados e aprovados para recebermos a premiação de Cristo e não nos envergonharmos diante Dele naquele dia.
Quantas e quais os tipos de coroas?
Cinco:- Coroa incorruptível = para aqueles que venceram a carne, o mundo e o diabo.
- Coroa de gozo = para aqueles que ganharam almas para o reino de Deus.
- Coroa de justiça = para os que esperam a vinda de Cristo.
- Coroa da vida = para aqueles que forem fiéis até a morte.
- Coroa de glória= para os ministros fiéis que promoveram o reino de Deus na terra, sem esperar recompensa material.
Qual o tamanho da Jerusalém Celeste?
Quanto ao tamanho da Cidade Celeste, é impossível descrever com algarismo de matemática. A cidade será imensurável!
Vejamos Apocalipse 21:16, diz que a cidade é descrita como um cubo.
12 mil estádios multiplicados por 185, e o resultado elevado á terceira potencia, dará a medida cúbica da cidade: dez bilhões , novecentos e quarenta e um milhões e quarenta e oito mil quilômetros. Mas esse número é ainda pequeno para calcular o que em realidade, são as grandezas do altíssimo, e a maravilhosa cidade Celestial! (Jo 14:2).
Quais as divisões e compartimentos da Jerusalém Celeste?
Um grande alto muro com doze portas e nas portas doze anjos.
Da banda do levante, tinha três portas;
Da banda do norte, três portas;
Da banda do sul, três portas;
Da banda do poente, três portas;
As doze portas são doze pérolas. O muro da cidade tem doze fundamentos com os nomes dos doze apóstolos. O seu cumprimento é tanto como a sua largura e a altura também . Sua praça é de ouro puro, como vidro transparente. Seu muro é de jaspe, adornado de toda pedra preciosa. A cidade de ouro puro, semelhante a vidra puro.
Não tem templo, porque o Senhor é o seu templo, não tem sol, nem lua, porque quem a alumia é a glória de Deus e o cordeiro é a sua lâmpada.
( Ap 21:12,13,14,16,18,19,21,22 e 23).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário sobre o conteúdo desta mensagem