VISUALIZAÇÕES

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional
ENTRE EM CONTATO E ESTAREMOS LHES APRESENTANDO NOSSA CONVENÇÃO

AGENDAS ABERTAS

AGENDAS ABERTAS
Criação e Produção de todo material necessário para você, sua empresa ou comércio.

FAZENDO A OBRA DE DEUS

FAZENDO A OBRA DE DEUS
PUERTO IGUAZÚ - ARGENTINA

quinta-feira, 17 de maio de 2012

A IMPORTÂNCIA DO JEJUM E ORAÇÃO 17/05/2012

Definição de Jejum:

_Abstinência ou abstenção total ou parcial de alimentação em determinados dias, por penitência ou prescrição religiosa ou médica._Estado de quem não come desde o dia anterior.

Por que é importante? A Bíblia ensina:

_O principal motivo do jejum é dar atenção especial às necessidades da alma.
_É buscar uma comunhão mais íntima com Deus, em estado de humildade e submissão à Sua excelsa e soberana vontade.
_Não é sacrifício em troca de bênçãos.
_É um momento em que devemos dirigir as nossas energias espirituais para uma comunicação mais íntima com Deus, confissão de nossos pecados e um desejo sincero de achegarmos a Deus.
_Consagrando mais as nossas vidas através da oração.

Joel 2:12-13 "...Ainda assim, agora mesmo diz o Senhor: convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto".

Vejamos alguns exemplos de como é o jejum Bíblico:

1. BUSCAR A ORIENTAÇÃO DE DEUS

_O jejum é uma prática religiosa adotada desde a antigüidade. _A primeira vez que o verbo jejuar está registrado na Bíblia, encontra-se em Juízes, 20:26.
_E referese a um jejum que o povo de Israel fez, na busca por uma orientação e direção de Deus durante uma guerra entre as tribos irmãs de Israel e Benjamin, impulsionada pela morte de um levita israelita.

2. ARREPENDIMENTO

_Em l Samuel 7:6 o povo de Israel, exortado por Samuel, se derramou perante o Senhor.
_O povo jejuou e se propôs a retirar do meio de si os deuses estranhos Baal e Astarote e voltar-se novamente para o Senhor.
_Desta forma, Samuel foi o instrumento usado por Deus para exortar o povo ao arrependimento dos pecados e a uma mudança de atitude.

3. CONFORTO ESPIRITUAL E RENOVO

_Em 2 Crônicas 20:3 a nação de Israel estava frente a frente com o desastre: uma multidão de moabitas e amonitas pretendiam guerrear contra o rei Josafá.
_Tremendo e temendo, o rei foi buscar a Deus e apregoou um jejum em todo o reino naquele dia.
_Em sua oração o rei:
_Reconheceu que só de Deus vem a salvação;
_Procurou as misericórdias de Deus porque o seu povo também era o povo de Deus;
_Reconheceu que Deus estava no controle de tudo;
_Louvou e glorificou ao Senhor e encontrou conforto em suas promessas;
_Confessou total dependência do Senhor para alcançar livramento.

4. ANTES DE REALIZAR ALGO

_A jornada de Esdras e dos que o acompanhavam rumo a Jerusalém (relatada no capítulo 8:21 do livro de mesmo nome) foi interrompida quando ele percebeu a ausência de levitas entre o grupo.
_Esdras e o povo viajaram aproximadamente 1440 quilômetros a pé por um território perigoso e difícil que durou aproximadamente quatro meses.
_Sob estas circunstâncias Esdras apregoou um jejum como sinal de humilhação diante de Deus.
_Todos oraram para que Deus lhes guiasse pelo caminho com segurança.
_Este líder nos ensina que quando colocamos Deus em 1º lugar, estamos nos preparando bem para qualquer situação desafiadora que surgir.

5. INTERCESSÃO

_Neemias lideraria o terceiro grupo de exilados com destino a Jerusalém.
_Neemias recebeu a notícia da situação do seu povo e da calamidade na qual se encontrava a sua cidade natal:
_A cidade estava indefesa e sem muros;
_As pessoas estavam na miséria;
_Haviam perdido seu próprio idioma, rei, exército e identidade;
_Não tinham um líder.
_A Bíblia diz (Neemias 1:4) que após ouvir esta triste notícia Neemias sentou-se, chorou, lamentou por alguns dias, jejuou e orou perante o Senhor, clamando perdão pelos pecados cometidos por seu povo.

6. FORTALECIMENTO

_Em Mateus 17:21 o nosso Senhor Jesus Cristo refere-se a um outro jejum, de FORTALECIMENTO ESPIRITUAL, para enfrentar certa casta de demônios, que só pode ser expulsa à força de muita oração e jejum.

O Jejum que não agrada a Deus:

_O falso jejum é aquele envolto num ritual religioso, que aparenta devoção.
_O falso jejum é vivido por aqueles que se esquecem de exercitar a misericórdia, a compaixão, o amor aos oprimidos. _Tais pessoas continuam no seu estilo de vida pecaminoso, guardando em seu coração pecados não perdoados (Isaías 58:3).

O Jejum para Deus:

_Em Zacarias,7:5 encontramos uma advertência do próprio Deus em relação aos jejuns que fazemos.
_Quase todos os jejuns que estamos habituados a fazer são feitos para nós mesmos.
_Para pedir alguma coisa a Deus, para agradecer por alguma graça alcançada, para interceder por alguma causa ou pessoa, para se fortalecer para enfrentar os embates da vida diária, etc.
_Todos jejuns feitos em causas pessoais não são feitos especialmente para Deus.
_O jejum feito exclusivamente para Deus é aquele em que nos privamos, por um tempo, de alguma coisa ou de alimentação, apenas em adoração ao Deus TodoPoderoso.
_Esse é para Ele, os outros são para nós mesmos.

Quando devemos jejuar?

_A Bíblia nos fala de circunstâncias específicas onde o jejum era apropriado.
_Circunstâncias estas que podem acontecer em nossas vidas hoje:
  1. Momentos para BUSCAR A DIREÇÃO E ORIENTAÇÃO DE DEUS;
  2. Momentos para o ARREPENDIMENTO;
  3. Momentos para buscar CONFORTO E RENOVO ESPIRITUAL;
  4. Momentos para pedir a direção de Deus ANTES DE REALIZAR ALGO;
  5. Momentos para exercitar a INTERCESSÃO pela Igreja, pelo povo, pela pátria,
  6. Momentos para buscar FORTALECIMENTO ESPIRITUAL.

O que devemos fazer enquanto jejuamos?

  1. Orar: "Voltei o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e rogos, com jejum, e saco e cinza" (Daniel 9:3).
  2. Confessar pecados: "E no dia vinte e quatro deste mês se ajuntaram os filhos de Israel com jejum e com sacos, e traziam terra sobre si. E a geração de Israel se apartou de todos os estranhos, e puseram-se em pé, e fizeram confissão dos seus pecados e das iniqüidades de seus pais". (Neemias 9:1-2).
  3. Ler as Sagradas Escrituras: A oração comunica os nossos pensamentos a Deus e Ele se comunica conosco através da Sua Bendita e Santa Palavra, a Bíblia Sagrada. "Entra pois tu, e lê pelo rolo (pergaminho) que escreveste da minha boca as palavras do Senhor aos ouvidos do povo, na casa do Senhor, no dia do jejum; e também aos ouvidos de todo o Judá, que vem das suas cidades, a lerás". (Jeremias 36:6).
  4. Não devemos demonstrar tristeza ou desânimo. "Porém tu, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai que está em oculto, te recompensará". (Mateus 6:17-18).

Benefícios do jejum e da oração:

_Aumenta o poder do nosso testemunho e das orações; 
_Rompe com as vicissitudes da carne;
_Renova o espírito de humildade, submissão e comprometimento com Deus;
_Estimula a obediência e o fervor espiritual;
_Abre-nos as portas para que Deus estabeleça em nós o Seu grande propósito e a Sua soberana vontade,
_E sempre aqueles que quiserem sentir e transmitir um fortíssimo impacto do Evangelho estarão envolvidos neste significativo ministério do Jejum e Oração.
_Baal considerado o deus do trovão e das chuvas, por esta razão acreditavam que ele controlava a vegetação e a agricultura Astarote era adorada como a deusa do amor e da guerra, na Babilônia chamada de Istar e na Grécia de Afrodite. (ALMEIDA, Versão Revista e Corrigida – Life Application Study Bible 1988, 1989, 1990, 1991, 1993 e 1996 por Tyndale House Publishers, Inc Wheaton, IL 60189, EUA.) 
_Membros da tribo de LEVI.
_Os levitas ajudavam os sacerdotes nos serviços do TABERNÁCULO (Números 3:5-13) e, depois, do TEMPLO (2 Crônicas 8:14).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário sobre o conteúdo desta mensagem