VISUALIZAÇÕES

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional

CIADEPAR/SUL S.J.P. Convenção Interdenominacional
ENTRE EM CONTATO E ESTAREMOS LHES APRESENTANDO NOSSA CONVENÇÃO

Faça sua compra aqui

domingo, 1 de abril de 2012

Testemunho - O Endemoniado no Ponto de Ônibus

O Endemoniado No Ponto De Ônibus.

_Neste dia, era um sábado, fui ali para o ponto de ônibus. Para pegar o ônibus para ir à igreja, e foi ali, naquele ponto que tudo aconteceu. Logo ao chegar percebi ali um homem, o qual estava ali sentado parecendo estar sem rumo.
_Quando do nada me chamou, ei pastor, eu lhe respondi; meu querido não sou pastor.
Ele tornou a me perguntar; Mas o senhor me escuta?
De pronto lhe respondi; Claro que te escuto, porém estou esperando meu ônibus e quando ele vier terei que ir, tudo bem.
_Ele então concordou, e me disse; todos os crentes que passam por mim e chamo para conversar desfazem de mim e vão embora. O senhor foi o primeiro que parou e se dispôs a me ouvir.
_Por isso o senhor é meu pastor, tornei lhe dizer que não sou pastor e ele insistindo que dele eu era pastor.
Quando começou a me contar, que já havia sido um servo de Deus e que havia perdido tudo, casa, família e dinheiro, por causa da bebida. E eis que meu ônibus se aproximava.
_E no momento que fui me despedir dele para subir no ônibus, ele me perguntou para onde eu estava indo. Me perguntou então se poderia ir comigo para a igreja, eu lhe disse que sim, pois teria todo prazer em leva-lo comigo, e no mesmo momento ele mudou sua face. E começou a mudar de ideia. Logo tratei de mandar que subisse no ônibus. Quando já no ônibus, começou querer descer e lhe perguntei então se estava com medo de algo. E foi quando ele se mostrou. Ao dizer assim; De você não tenho medo, mas tenho medo do que está lá dentro.
 _A partir deste momento começou a tentar fazer arruaça dentro do ônibus e mexer com as mulheres. E quando eu lhe repreendia para que parasse, ele dizia; tudo bem, você eu respeito.
_Foi essa luta até que finalmente cheguei com ele até a igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário sobre o conteúdo desta mensagem